quinta-feira, 4 junho , 2020

Alma errada- Mário Quintana

Há coisas que a minha alma, já mortificada não admite: assistir novelas de TV ouvir música Pop um filme apenas de corridas de automóvel uma corrida de automóvel...

O amor antigo- Carlos Drummond de Andrade

Uma homenagem do CONTI outra para Maria Aparecida Cruz Silva, nossa querida leitora. O amor antigo O amor antigo vive de si mesmo, não de cultivo alheio ou...

4 poemas para relembrar Paulo Leminski

Ai daqueles... ai daqueles que se amaram sem nenhuma briga aqueles que deixaram que a mágoa nova virasse a chaga antiga ai daqueles que se amaram sem saber que amar é...

Envelhecer, por Albert Camus

Envelhecer é passar da paixão para a compaixão.

“Eu não vou perturbar a paz”, um singelo poema de Manoel...

De tarde um homem tem esperanças. Está sozinho, possui um banco. De tarde um homem sorri. Se eu me sentasse a seu lado Saberia de seus mistérios Ouviria até...

O poema que Mia Couto escreveu para Manoel de Barros

No Brasil, uma das maiores propagadoras dos textos do escritor moçambicano Mia Couto é Nara Rúbia Ribeiro. Nara, além de advogada, professora e...

Sem abrigo, por Maria Augusta Ribeiro

Eu conheci Maria Augusta Ribeiro por acaso enquanto comentava um poema de um amigo em comum que temos no Facebook. Logo no início fiquei...

DESEJO-TE TEMPO, por Elli Michler

DESEJO-TE TEMPO Elli Michler Não te desejo todos os presentes do mundo. Apenas te desejo aquilo que mais falta faz: Desejo-te tempo para rires e seres feliz, e,...

A mensagem por trás da janela. Escolha a sua e leia…

Há muito simbolismo por detrás de janelas e do elo que elas permitem entre a privacidade de um local reservado e a imensidão do...

“ENTRE MUITOS”, um poema da escritora tida como “O Mozart” da...

Sou quem sou. Inconcebível acaso como todos os acasos. Fossem outros os meus antepassados e de outro ninho eu voaria ou de sob outro tronco coberta de escamas eu rastejaria. No guarda-roupa da...

“Todas as Vidas”, um poema de Cora Coralina

Todas as VidasVive dentro de mimuma cabocla velhade mau-olhado,acocorada ao pédo borralho,olhando para o fogo.Benze quebranto.Bota feitiço…Ogum. Orixá.Macumba, terreiro.Ogã, pai-de-santo…Vive dentro de mima lavadeirado...

Escolha uma das imagens e leia sua mensagem poética

Quando você olha e se apaixona por uma imagem, dentre tantas outras, aquela é a paisagem do seu coração, naquele instante.

Não sei- Cora Coralina

NÃO SEI Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração...

Oração do Milho, por Cora Coralina

Oração do Milho Senhor, nada valho. Sou a planta humilde dos quintais pequenos e das lavouras pobres. Meu grão, perdido por acaso, nasce e cresce na terra descuidada. Ponho folhas...