segunda-feira, 25 maio , 2020

Mia Couto – Repensar o pensamento

Mia Couto nasceu em 1955, na Beira, Moçambique. É biólogo, jornalista e autor de mais de trinta livros, entre prosa e poesia. Seu romance Terra...

O “May be man”, por Mia Couto

Por Mia Couto Existe o "Yes man". Todos sabem quem é e o mal que causa. Mas existe o May be man. E poucos sabem...

O CEGO ESTRELINHO, um conto de Mia Couto

O cego Estrelinho era pessoa de nenhuma vez: sua história poderia ser contada e descontada não fosse seu guia, Gigito Efraim. A mão de...

O viajante clandestino, Mia Couto

- Não é arvião. Diz-se: avião. O menino estranhou a emenda de sua mãe. Não mencionava ele uma criatura do ar? A criança tem a...

A história de quando a noite reinava na Terra, por Mia...

"Antigamente, não havia senão noite e Deus pastoreava as estrelas no céu. Quando lhes dava mais alimento elas engordavam e a sua pança abarrotava...

“São demasiado pobres os nossos ricos” – por Mia Couto

"A maior desgraça de uma nação pobre é que, em vez de produzir riqueza, produz ricos. "- Mia Couto

30 pérolas de Mia Couto, no livro Vozes Anoitecidas

Por Nara Rúbia Ribeiro Para que conheçamos um pouco da luminosidade da obra "Vozes Anoitecidas", de Mia Couto, colhemos e listamos aqui 30 pérolas cujo...

Memória de um amor que nunca foi- Mia Couto

Mia Couto nasceu em 1955, na Beira, Moçambique. É biólogo, jornalista e autor de mais de trinta livros, entre prosa e poesia. Seu romance...

Pelo reencantamento do mundo: Mia Couto

Mia Couto, escritor moçambicano conhecido em todo o mundo, fala sobre de importância de não podarmos o encantamento, a capacidade de fascinação, de êxtase diante das pequenas coisas.

“A prenda”, uma história encantadora declamada por Mia Couto

A PRENDA O menino recebeu a dádiva. Era o seu dia, assim disseram. Estranhou: os outros dias não eram seus? Se achegou. Espreitou. A oferenda, era coisa nenhuma que nem...

OS SETE SAPATOS SUJOS, por Mia Couto

Todos os dias somos confrontados com o apelo exaltante de combater a pobreza. E todos nós, de modo generoso e patriótico, queremos participar nessa batalha. Existem, no entanto, várias formas de pobreza.

Mia Couto, escritor moçambicano, consegue o perfeito equilíbrio entre o abstrato...

Mia Couto, escritor moçambicano, consegue o perfeito equilíbrio entre o abstrato e o concreto do amor. Escolha a imagem e confira o poema. Na dúvida,...

Foi por Mia Couto que nasceu o Atlântico. Conheça a história.

Ninguém é capaz de prever o impacto das palavras. A alma poética de Mia Couto atravessou fronteiras e mares, isso é sabido. O que...

MIA COUTO conta do dia em que foi confundido com ator...

MIA COUTO é confundido com ator de filmes de ação. " Um dia destes solicitaram-me que interviesse numa conferência internacional de telecomunicações em Maputo. O...