quinta-feira, 14 novembro , 2019

O CEGO ESTRELINHO, um conto de Mia Couto

O cego Estrelinho era pessoa de nenhuma vez: sua história poderia ser contada e descontada não fosse seu guia, Gigito Efraim. A mão de...

O viajante clandestino, Mia Couto

- Não é arvião. Diz-se: avião. O menino estranhou a emenda de sua mãe. Não mencionava ele uma criatura do ar? A criança tem a...

A menina sem palavra, de Mia Couto

A menina não palavreava. Nenhuma vogal lhe saía, seus lábios se ocupavam só em sons que não somavam dois nem quatro.

O “May be man”, por Mia Couto

Por Mia Couto Existe o "Yes man". Todos sabem quem é e o mal que causa. Mas existe o May be man. E poucos sabem...

“O melhor prêmio que tive como escritor foi-me dado por uma...

Por Mia Couto Do original:  Ensaio sobre a Convenção sobre os Direitos da Criança: Engravidar o mundo de futuro "O melhor prémio que tive enquanto escritor...

A história de quando a noite reinava na Terra, por Mia...

"Antigamente, não havia senão noite e Deus pastoreava as estrelas no céu. Quando lhes dava mais alimento elas engordavam e a sua pança abarrotava...

“UM SONHADEIRO ANDA POR AÍ, POR LONJURAS E AVENTURAS”

Eu gosto que você continue sonhando, mesmo que seja com impossíveis miúdas. - Estou sonhando em justa causa, Doutor. Porque eu, se não fosse o...

Mia Couto – Repensar o pensamento

Mia Couto nasceu em 1955, na Beira, Moçambique. É biólogo, jornalista e autor de mais de trinta livros, entre prosa e poesia. Seu romance Terra...

“A pressa em mostrar que não se é pobre é, em...

"A nossa pobreza não pode ser motivo de ocultação. Quem deve sentir vergonha não é o pobre mas quem cria pobreza."

Mia Couto: “Há quem tenha medo que o medo acabe”

A fala é de 2011, durante a Conferência do Estoril daquele ano. Em um papo sobre segurança, o escritor moçambicano Mia Couto — um dos meus preferidos e...

30 pérolas de Mia Couto, no livro Vozes Anoitecidas

Por Nara Rúbia Ribeiro Para que conheçamos um pouco da luminosidade da obra "Vozes Anoitecidas", de Mia Couto, colhemos e listamos aqui 30 pérolas cujo...

Pelo reencantamento do mundo: Mia Couto

Mia Couto, escritor moçambicano conhecido em todo o mundo, fala sobre de importância de não podarmos o encantamento, a capacidade de fascinação, de êxtase diante das pequenas coisas.

Mia Couto: uma crônica sobre a cidade da Beira

Mia Couto nasceu em 1955, na Beira, Moçambique. É biólogo, jornalista e autor de mais de trinta livros, entre prosa e poesia. Seu romance Terra...

OS SETE SAPATOS SUJOS, por Mia Couto

Todos os dias somos confrontados com o apelo exaltante de combater a pobreza. E todos nós, de modo generoso e patriótico, queremos participar nessa batalha. Existem, no entanto, várias formas de pobreza.