ADEUS A MANOEL DE BARROS

Depois de enfrentar sérias complicações de saúde, Manoel de Barros, 97 anos, faleceu hoje (13 de novembro  de 2014) em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Pablo Neruda – su poesia en su propia voz

Obra: Crepusculario. Santiago, Ediciones Claridad, 1923. Veinte poemas de amor y una canción desesperada. Santiago, ditorial Nascimento, 1924. Tentativa del hombre infinito. Santiago, Editorial Nascimento, 1926. Anillos. Santiago,...