quinta-feira, 18 abril , 2019

Três mini-contos de Franz Kafka

Na semana passada, no dia 3 de julho, foi aniversário de Franz Kafka (1883). Trouxemos aqui, então, 3 mini-contos de sua lavra. Ele viveu apenas 41 anos, tuberculoso e fracassado, morreu desejando que toda a sua obra fosse destruída, contudo, sua genialidade é admirada em todo o mundo e incontestável é a sua contribuição para a Literatura Universal.

A ciência comprova: poesia é mais eficaz que autoajuda

Os especialistas descobriram que a poesia é mais útil que os livros de autoajuda porque afeta o lado direito do cérebro.

A arte do desapego

Muitos vivenciam o amor como um rasgo a que a alma se submete intencionalmente para exigir que a mão do amado a costure. O problema é que a mão do outro nem sempre está disponível para esse trabalho.

Crônica do Amor, por Martha Medeiros

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O importante não é a casa onde moramos. Mas onde, em...

Adoro a prosa poética de Mia Couto. Entre tantos livros, tenho preferência por meu primeiro exemplar: "Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra". Revisito suas passagens e me aprofundo em suas reflexões carregadas de sensibilidade e poesia. Uma delas, em particular, me atrai: 'O importante não é a casa onde moramos. Mas onde, em nós, a casa mora".

Furto de flor, uma crônica de Carlos Drummond de Andrade

Furtei uma flor daquele jardim. O porteiro do edifício cochilava, e eu furtei a flor.

Os bastidores da Crônica, por Marta Medeiros

Por Martha Medeiros Uma sociedade plural é muito melhor do que uma sociedade em que todos pensam igual. Sem divergências, nada evolui ― nem o...

E por que não felizes para sempre?

Por Adriane Sabroza Tudo bem que a vida não é um conto de fadas, que nós não somos princesas e que os príncipes, na maioria...

DEZ MANDAMENTOS DO PROFESSOR, por Leandro Karnal

Hoje eu acho que ser paciente é a maior virtude do professor. A paciência de saber que, como dizia Rubem Alves, plantamos carvalhos e não eucaliptos.

Se o mundo fosse acabar, dançaria contigo

Por Fabrício Carpinejar Minha namorada me convidou para dançar em público. Público significa meus amigos e os dela em nosso apartamento. Era uma festa com mais...

Jurisprudência do Amor, por Arnaldo Jabor

Já parou pra pensar sobre a jurisdição do relacionamento?!? É puro processo. Todo relacionamento traz embutido um processo de conhecimento, ao qual se segue o...

Poema em linha reta, de Fernando Pessoa

Fernando Pessoa (Álvaro de Campos) Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo. E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco,...

Experimente me amar, uma crônica de Martha Medeiros

Uma das coisas que mais gosto nos textos de Martha Medeiros é o despojamento e a espontaneidade. O que precisa ser dito, é dito....

A melhor parte de você já foi amada?

Tenho certeza que já se apaixonaram pela cor ou pelo formato dos teus olhos, mas já se deixaram comover pela maneira única como eles enxergam o mundo?