Vídeo mostra como, em uma vila indiana, as mães sobrevivem à morte de um filho

Assista a história de Utari e seu estranho carinho por uma árvore.

Uma história de amor, saudade e perda.

Veja o pequeno filme e só depois leia a explicação:

Na vila  indiana de Thesgona, onde Utari vive, existe a tradição de plantar uma árvore quando uma criança nasce…

Todos os dias aproximadamente 5.000 mães como Utari perdem seus filhos antes de eles completarem 5 anos para infecções como diarreia e pneumonia. A única coisa que lhes resta é a árvore.

Muitas dessas mortes poderiam ser prevenidas com o simples ato de lavar as mãos com sabão.

A árvore da vida nada mais é do que a sublimação da morte.

Fonte: Youtube

Gostou dessa mensagem? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS