Leia essa lista de regras simples e eu te garanto que sua vida será mais produtiva: um verdadeiro guia para produtividade

VOCÊ às vezes passa horas a fio em sua mesa de trabalho, mas o serviço não rende? Já percebeu que excesso de trabalho nem sempre é sinônimo de maior ritmo e produtividade? Você gostaria de ser mais produtivo com relação a seu tempo?

Se sua resposta for sim, eu posso te ajudar! Como trabalhado diretamente com informação e passo o dia segundo minha própria organização de tempo, é fundamental que eu sempre busque temas que envolvem crescimento pessoal alcançando o máximo de resultados. Sendo assim, estou constantemente encontrando maneiras de fazer mais com o meu tempo.

Uma das coisas maravilhosas de aprender coisas novas é justamente compartilhar esses conhecimentos com pessoas como você para que todos nós possamos alcançar cada vez mais e melhores resultados em nossas vidas.

Enquanto alguns podem pensar que a produtividade é apenas uma questão de trabalhar duro e ter disciplina, eu descobri que isso não é necessariamente verdade. Pelo contrário, há hábitos fundamentais que diferenciam as pessoas super-produtivas das pessoas menos produtivas, e não praticar esses hábitos naturalmente leva a uma queda em sua produtividade – não importa quem você seja. Se você está tendo dificuldade em fazer as coisas, um (ou mais) desses fatores provavelmente se aplicam à você:

banner-destaque-produtividade-processos2
Fonte da imagem: http://acieg.com.br/produtividade-e-ponto-central-da-competitividade/

Sendo assim, primeiramente vamos descobrir aonde você está errando!

1. Você não definiu nenhuma meta

Ter metas na vida é algo fundamental. Quando não sabemos o que buscamos ou mesmo quando seguimos planos que não são o que realmente queremos, a tendência é que levemos nossos dias cumprindo rotinas segundo as necessidades que aparecem emergencialmente ou, pior que isso, deixamos nossa vida ser levada cumprindo metas de outras pessoas. Pode parecer uma maneira “leve” de viver sem muitas preocupação, entretanto, quando não temos um norte, 40-50 anos de nossa vida podem se passar sem que nem percebamos e, como sabem, o tempo ão volta atrás.

Como corrigir isso :

Estabeleça metas, especialmente para as áreas mais importantes de sua vida: geralmente carreira, relacionamentos, finanças, saúde e crescimento pessoal. Onde você se vê nestas áreas nos próximos dois, três e cinco anos?

Escreva essas metas em ordem crescente, em seguida, trabalhe em direção a elas. Coloque essas metas em um lugar concreto e as mantenha em foco, tendo-as em vista todos os dias para que você esteja sempre lembrado por seus objetivos.

2. Você não tem os objetivos corretos

Estabelecer metas não é suficiente – você tem que definir os objetivos certos. Defina as metas erradas, e você definirá seu caminho para o fracasso!

Metas corretas normalmente são inspiradoras, tem algum grau de dificuldade a ser superado e necessitam de um tempo planejado para serem cumpridas. Ou seja, para que você saiba como definir o tempo, por exemplo, deverá saber exatamente o que está construindo em sua vida.

Infelizmente, muitos de nós seguimos objetivos errados pois temos metas que, ou não nos inspiram, são muito pequenas, muito vagas, ou não tem um prazo para serem alcançadas.

Como corrigir isso:

Certifique-se que você só definiu metas que você deseja para si mesmo, ao contrário de metas que outras pessoas querem ou esperam de você. Nunca viva a sua vida para ninguém.
Estipule metas realistas. Não adianta você dizer que quer aumentar a sua clientela em 200% e ser o líder de mercado” se isso está fora das possibilidades reais dos seus negócios. Metas pequenas demais também são desaconselháveis. Exemplo: “Obter mais um ou dois clientes para que eu possa ter o suficiente para honrar as despesas.
Seja o mais específico possível. Por exemplo: “Ganhar R $ 5.000 por mês até dezembro de 2014,” e  não “aumentar a minha renda.”
Defina um prazo para cada meta, o que nos leva ao próximo ponto …

3. Você não tem um prazo

Se você estiver familiarizado com o conselhos sobre produtividade pessoal, então você já deve ter ouvido falar da Lei de Parkinson – que diz: “O trabalho se expande de modo a preencher o tempo disponível para sua conclusão.” O que isto significa é que, contrariamente à crença comum de que o tempo necessário para uma tarefa depende da dificuldade da tarefa e / ou a nossa eficiência / eficácia, a lei sugere que o “carro chefe” é, na verdade, o tempo que alocar para ele!

Isto significa que se você definir um prazo máximo de quatro horas para uma tarefa que realmente precisa de duas horas, você vai inevitavelmente levar quatro horas para a tarefa. Se você definir um prazo de uma semana para uma tarefa que realmente precisa de dois dias, você vai ter uma semana inteira para a tarefa. E … se você não definir qualquer prazo em tudo , a tarefa pode praticamente demorar uma eternidade para ser concluída. Ou seja, ela nunca vai ficar concluída.

Como corrigir isso : Estabeleça prazos para suas tarefas e metas. Em particular, defina uma linha do tempo, que é uma análise detalhada das etapas e metas para realizar seus objetivos.

4. Você está tentando fazer de tudo

Você já ouviu a expressão, “Menos é mais” ? Bem, aqui está uma outra: “Se tentar fazer tudo não chegará a lugar algum”. Nossa sociedade hoje se concentra muito em fazer mais e mais coisas. E, embora eu concorde totalmente com a importância de fazer mais e alcançar mais, tentar fazer tudo só te fará perder o foco, isso sem falar do desgaste e estresse que virão no pacote.

Como corrigir isso: Pare de tentar fazer tudo. Em vez disso, concentrar-se nas coisas mais importantes e faça-as bem. Quais são as tarefas de alto impacto de 20% na sua lista de prioridades cotidianas, e como você pode começar a trabalhar com elas? Para as coisas menos importantes, se possível, tente delegá-las. Isso nos leva ao próximo ponto …

5. Você está tentando fazer tudo sozinho

Percebo este problema entre muitos perfeccionistas, eu inclusive: insistimos em fazer tudo por nós mesmos. Por quê? Porque nós nos recusamos a nos desapegarmos das coisas. Nós sentimos que, quando deixamos que outros façam, perdemos o controle. Pensamos que as pessoas podem bagunçar as coisas e tudo se tornará um desastre, e quem vai ter que limpar a “bagunça” mais tarde?

Eu entendo, porque eu sou assim, às vezes. Eu costumava ser muito mais “possessivo” com meu trabalho também, optando por fazer tudo sozinho para que eu pudesse fazer tudo do jeito que eu queria. No entanto, eu aprendi que nenhuma pessoa é uma ilha. Pense nisso: não importa o quão produtivo você é, você nunca poderá realizar a mesma quantidade de trabalho que 10 ou 100 pessoas (que são igualmente competentes como você) podem realizar no mesmo período de tempo. Muitas mãos fazem trabalho leve, e duas mentes pensam melhor que uma (a maior parte do tempo).

Como corrigir isso: Deixe de lado a necessidade de fazer tudo sozinho. Delegar tarefas a membros de sua equipe, funcionários e / ou fornecedores. Alguns tropeços podem acontecer, mas com um pouco mais de tempo e treinamento depois você não viverá mais sem eles.

6. Você não tem um ambiente de trabalho propício

Avalie seu ambiente de trabalho atual. Em uma escala de 1 a 10 sendo 10 o melhor ambiente possível para o trabalho, como você classificaria? Quer dar-lhe um 1 a 3 (ruim)? 3 a 5 (média)? 6 a 8 (bem)? Ou 9 a 10 (muito bom)?

A maioria de nós está trabalhando em um “3-5”, o ambiente médio. De espaços de trabalho desorganizados, alturas de mesa ruins, pessoas conversando. Muitas vezes, lutamos apenas para poder nos concentrar. Isso é ruim, porque ao invés de despejar a nossa energia em nosso trabalho e convertê-lo para a saída construtiva, nossa energia é drenada pelo nosso entorno.

Como corrigir isso: Você precisa organizar seu ambiente de maneira que você consiga se concentrar em suas tarefas e parar menos vezes Você sabe que está em seu ambiente de fluxo quando você pode deslizar para o modo de trabalho de forma fácil e você se sentir energizado o tempo todo! Encontre o seu ambiente de fluxo (ou criá-lo se você tiver a) e ver subir a sua produtividade!

7. Você acha que o trabalho só pode ser feito quando você tem períodos inteiros livres

Você acha que intervalos de 5, 10 minutos não fazem grande diferença no seu dia? Bem, pense novamente e saiba que essas pequenas janelas de tempo podem fazem uma enorme diferença em sua rotina se forem bem utilizadas.

Como corrigir isso : Aproveite os pequenos intervalos de tempo mesmo se eles forem apenas cinco minutos de duração. Não subestime a diferença que um pequeno intervalo pode fazer em sua vida. Você ficará surpreso com o quão praticar este hábito pode mudar as coisas ao redor.

8. Você está negligenciando outras áreas de sua vida

Talvez o maior equívoco sobre a produtividade é que você achar que precisa deixar de lado outras áreas da sua vida – por exemplo, família, social, romance, saúde – para chegar à para se destacar.

 Negligenciando as outras áreas da vida, você realmente pode ter uma vantagem em sua produtividade no trabalho, inicialmente,mas isso é temporário – tal configuração não pode durar tempo demais. A única coisa que você criará é o vazio emocional (existencial) e a exaustão pela rotina desgastante.

Como corrigir isso: Identifique as áreas de sua vida que você está negligenciando. Em seguida, atue sobre elas, mantendo suas prioridades de trabalho em xeque. Produtividade vem da gestão holística de sua vida; um indivíduo / pai / cônjuge / criança feliz será naturalmente inspirado e energizado para trabalhar duro e entregar o melhor em sua / seu trabalho.

Agora que você teve umas dicas para identificar os pontos que precisa rever, leia isso:

 

6 maneiras simples para você ter um dia mais produtivo

 

“Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.”

Johann Goethe

 

1- Crie uma boa rotina de manhã

Uma das melhores maneiras de começar o seu dia é acordar cedo tomar um café da manhã saudável. Já é comprovado que os CEOs e outras pessoas bem sucedidas têm rotinas semelhantes no período da manhã , que incluem exercícios e uma rápida olhada em suas caixas de e-mail para separar assuntos urgentes. Você também pode tentar escrever a primeira coisa de manhã para aquecer seu cérebro. Mas não importa o que você escolher fazer, lembre-se de criar bons hábitos de manhã, de modo que você pode ter um dia mais produtivo.

Lembre-se: O exercício faz de você um ser humano mais feliz.

2. Priorize

Às vezes nós não conseguimos ter um dia produtivo simplesmente porque não conseguimos saber por onde começar. Quando esse é o caso, a solução mais simples é listar tudo que você tem para fazer, então priorize as tarefas com base em seu grau de  importância e urgência. Se você pegar os itens mais urgentes e importantes a serem feitos primeiro, você será capaz de ser mais produtivo, mantendo os níveis de estresse baixo.

3. Concentre-se em uma coisa de cada vez.

Um dos maiores assassinos de produtividade são as distrações. Quer se trate de ruídos ou pensamentos, as distrações são uma barreira para qualquer dia produtivo. É por isso que é importante saber onde e quando você trabalha melhor. Se você gosta de um pouco de ruído de fundo para mantê-lo no caminho certo? Tente trabalhar em uma cafeteria. se não suporta ouvir até o tique-taque de um relógio enquanto escreve? Vá a uma biblioteca e coloque seus fones de ouvido. Não tenha medo de utilizar a tecnologia para fazer o melhor com o seu tempo.

4. Faça pausas

Manter o foco, no entanto, pode drenar um monte de energia e muito rapidamente transformar o seu dia produtivo em improdutivo. Para reduzir a fadiga mental durante a sua estada na tarefa, tente usar a Técnica Pomodoro .Segundo ela, você deve manter sua atenção em uma tarefa por 25 minutos, em seguida, deve fazer uma pequena pausa antes de outra sessão de 25 minutos. Depois de quatro sessões de “pomodoro”, não deixe de dar uma pausa maior para descansar e refletir. Eu gosto de trabalhar em intervalos de 25 e 5 minutos, mas você deve descobrir o que funciona melhor para você.

Dica: Medite pelo menos 10 minutos por dia

Pesquisas indicam que,  quanto mais as pessoas praticavam métodos de relaxamento, como a meditação ou respiração profunda, maiores suas chances de permanecer livre de artrite e dor nas articulações com imunidade mais forte, os níveis hormonais mais saudáveis ​​e pressão arterial mais baixa. 

Saiba mais:

Os efeitos extraordinários da meditação no rosto humano

Meditando em 1 minuto, legendado em português

5. Gerencie seu tempo de forma eficaz.

Muitas das tarefas mundanas que rotineiramente realizamos podem ser emparelhadas com outras tarefas que levam a um dia mais produtivo em geral. Por exemplo, ouvir um audiobook enquanto está no trânsito.

6. Celebrar e refletir

Não importa como você executa um dia produtivo, certifique-se de ter tempo  para comemorar o que você realizou. É importante recompensar-se de modo que você possa continuar fazendo um grande trabalho. Além disso, um sistema de recompensa é um motivador incrível. Você deve refletir sobre o seu dia, a fim de descobrir o que funcionou e o que não deu tão certo. A reflexão não só aumenta a produtividade futura , mas também dá o seu tempo ao cérebro para aliviar o estresse.

Se você incorporar esses hábitos em sua rotina, o aumento da produtividade e do bem estar são garantidos!

“A persistência é o caminho do êxito.”

Charles Chaplin

 

Sucesso!

 

Conheça nossas outras matérias sobre DESENVOLVIMENTO PESSOAL

Fontes de referência:
8 Reasons You are Not as Productive as You Can Be (and How to Fix Them)
6 Simple Ways To Have a More Productive Day
Give Me 45 Minutes in the Morning and I’ll Give You a More Productive Day

Gostou desse material?

Comente abaixo e compartilhe com seus contatos!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS