Veja como lidar com filhos desobedientes em 4 dicas de educação

Via dou

Alguns pais podem pensar que a disciplina é algo que você ensina quando uma criança se comporta mal. Mas muitos especialistas dizem que disciplinar as crianças está mais relacionado a guiar o seu filho ao bom comportamento, para que ele possa fazer boas escolhas.
Disciplina a filhos desobedientes
Se você não sabe onde está errando e quer saber como lidar com filhos desobedientes, saiba que não existe uma fórmula para o bom comportamento. Porém, há maneiras para você orientar seu filho para que ele possa, cada vez mais, adotar posturas adequadas.

Se o seu filho faz birra ou se comporta mal, há formas certas de repreendê-lo.
Como lidar com filhos desobedientes

Veja a seguir 4 dicas para lidar com filhos desobedientes e descubra qual a importância dos pais nesse processo.

1. Compreenda o significado por trás do comportamento

Alguns especialistas em comportamento infantil indicam que as crianças querem se comportar bem, mas se elas não conseguirem, existe uma razão. Por isso, a melhor maneira de lidar com filhos desobedientes é saber tudo o que está acontecendo com a vida do seu filho.
Uma vez que é de conhecimento dos pais a raiz do mau comportamento, é possível facilmente remover a causa ou curar as emoções e a criança não vai mais se comportar da mesma maneira.
Então, pergunte a si mesmo: o filho se comportou mau em uma tentativa desesperada pela sua atenção? Talvez você ficou no telefone por muito tempo ou o ignorou. Se sim, qual a correção que você pode fazer para o seu próprio comportamento, o que poderá satisfazer a necessidade do seu filho?

2. A educação começa pelos pais

É difícil manter a calma no calor do momento, mas os pais precisam modelar os tipos de comportamento dos seus filhos. Lembre-se: grito gera grito, bater gera bater.
Nós não devemos fazer qualquer coisa na frente de nossos filhos, as quais não queremos que eles façam. No caso da birra, isso pode significar que você precisa contar até 10, respirar fundo ou simplesmente sair de perto até que você consiga se recompor.
A raiva e a frustração podem alimentar o mau comportamento. Por isso, em vez de gritar quando seu filho está fazendo algo errado, procure fazer algo que o surpreenda, como cantar por exemplo.

______________________

Precisa de ajuda com seus filhos?

Suporte e Orientação para Pais
Psicoterapia Infantil
Diagnóstico dos Transtornos do Desenvolvimento
Psicoterapia Psicanalítica

Clique aqui e saiba mais

_____________________________________________________

3. Seja coerente com as suas expectativas

Muitos pais ignoram um determinado comportamento na esperança de que isso vai passar. Uma das melhores maneiras de lidar com filhos desobedientes é saber que eles vão agir conforme as expectativas.
Se o seu filho morde outra criança, por exemplo, você deve abaixar e dizer-lhe que aquele comportamento não é aceitável. Se ele continuar, então é hora de retirá-lo da situação.
Às vezes uma criança pode tentar testar os seus limites, argumentando com as regras. Quando isso acontece, você ensina a maneira correta e coloca um ponto final na situação.

4. Dê atenção ao comportamento que quer e não ao errado

As crianças muitas vezes agem porque querem atenção, por isso, às vezes, vale a pena ignorar as ações que você não aprova. Birras e choros sem razão? Saia de perto e seu filho vai aprender rapidamente que há uma maneira melhor de se comunicar. Mas quando ele está fazendo algo correto, elogie. Nada melhor do que alimentar um bom comportamento.
Outra forma de lidar com filhos desobedientes é mudar de postura. Crianças que ouvem sempre não, o tempo todo, veem isso como um desafio. Então, em vez de dizer a seu filho o que não fazer, é melhor dizer a maneira correta de lidar com aquela situação.

Você achou esse alerta importante? Compartilhe!!!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS