Uma atitude amorosa vale mais que mil palavras de amor.

Benditas sejam as palavras de amor. Ditas na hora certa provocam belezas, enfeitam o tempo, baixam as guardas, estendem as mãos. Palavras de amor são pequenas joias. E quando, por acaso ou de caso pensado, abraçam atitudes amorosas, elas se tornam tesouros. Porque uma atitude amorosa é uma palavra de amor multiplicada por mil!

“Eu te amo”, por exemplo, é uma linda frase. Faz diferença. Deixa a gente feliz. Mas se não vier de mãos dadas com um gesto de amor é só uma palavra depois da outra, uma expressão vazia e sem alma.

Quem ama mesmo faz o que fala. Ama na prática! Porque amar é mostrar serviço. Estar a postos. Disposto. Munido da disposição implacável que nos faz dormir tarde e acordar cedo pelo outro. Essa coragem de encarar o aniversário do afilhado da prima da avó do seu amor num domingo frio, em outra cidade, só para fazer o gosto de quem você ama.

Uma atitude amorosa é um gesto poderoso e gentil. É faltar ao trabalho porque a pessoa amada ficou doente e você vai passar o dia com ela. É compreender o atraso no jantar de família porque dessa vez não deu para deixar a empresa de lado. Amar é entender, conceder, respeitar, construir. Todas essas coisas que transcendem o verbo, ultrapassam conjecturas, concretizam palavras, realizam promessas.

Superar pequenas convicções pessoais em benefício do bem-estar geral é outro grande gesto de amor. As pequenas concessões, as contagens até dez, o diálogo franco. A honestidade de dizer: “eu te amo, mas você pisou na bola, pô!”.

Amar é tomar atitude. O amor também é um compromisso! Quem ama diz e ouve a verdade ainda que doa. Respeita e aprecia merecer respeito. Quem ama cuida e se cuida.

E faz tudo isso muito bem. Faz com amor. Porque amar uma pessoa é querer o bem dela tanto quanto o seu próprio. E o bem dela nem sempre é estar ao seu lado para sempre. Acontece. Nesse caso, amar também é deixar passar, deixar seguir.

Benditas sejam as palavras de amor. Que aos amantes elas nunca faltem. Mas que seu amor exista e persista para além de todas elas, em carinhos, afetos, ternuras, apreços, gestos e atitudes que fazem o mundo mais doce, honesto, amoroso e gentil.

COMPARTILHE
André J. Gomes
Jornalista de formação, publicitário de ofício, professor por desafio e escritor por amor à causa.



COMENTÁRIOS