Um guia de 60 segundos para aprender uma terrível verdade sobre si mesmo

Nota do blog: Esse é um texto de David Wong*, logo, durante a leitura, tenham em mente a irreverência do autor e mantenham a mente aberta.

David Wong  é  escritor,  humorista e editor executivo do website  Cracked.com, site que possui mais de 300 milhões de visitas por mês.

Boa leitura!

Josie

_________

Um guia de 60 segundos para aprender uma terrível verdade sobre si mesmo

Isso não vai demorar mais que um minuto e eu prometo que não será um desperdício de seu tempo. São três passos …

Passo 1: 

Pegue papel e caneta. Você não precisa de muito, pode ser um recibo velho ou qualquer outra coisa que tenha onde escrever.

Anote, em poucas palavras, o que você fez ontem. Deixe de fora o tempo que dormiu, comeu e fez suas necessidades fisiológicas.

Seja totalmente honesto, lembre-se que ninguém além de você mesmo saberá o que escreveu. 

Penso que o resultado poderia ser algo como:

08:00 às 05:00: trabalho
17:00 às 19:00:  navegar na Internet, contato com o pessoal do Facebook, masturbação.
20:00 às 21:00: conversar com um amigo ao telefone
21:00 às 24:00: jogar algo no iPhone, percorrer os menus do Netflix 

Perfeito, você está meio caminho andado. Se você parou para meditar, desfrute deste gif animado:

295962

 

Sente-se revigorado? Boa.

Passo 2:

Anote agora, em poucas palavras, as cinco coisas que são as mais importantes na vida.

Tente colocá-las em ordem.

Agora, por exemplo, eu olho pela minha janela e  posso ver um cara no estacionamento prestes a subir em sua caminhonete. Se eu corresse para fora e o obrigasse a responder  essas 5 coisas, ele pode dizer coisas como:

1. Servir ao Senhor
2. Cuidar da família
3. Ser leal aos amigos
4. Crescer nos negócios
5. Preservar a liberdade

Nosso público tende a ser um pouco mais jovem e liberal, assim, para muitos de vocês, a lista de prioridades de vida poderia ser algo parecido com:

1. Ser leal a meus amigos e família
2. Avançar na carreira (ou educação)
3. Encontrar minha  alma gêmea
4. Tornar o mundo melhor para o futuro (terminar com a poluição, o racismo, etc.)
5. Aprender a tocar guitarra

Ambas são listas perfeitamente boas e eu não sou ninguém para julgar.

Agora, se você escrever acima da lista: “Eu creio em …” e em seguida, ler o que escreveu verá que essa é basicamente a sua filosofia de vida. Se alguém lhe perguntasse qual é a filosofia de vida, como acontece com as finalistas dos concursos de beleza e outras coisas do tipo, você poderia ler. “Eu acredito em ser leal aos meus amigos, avançar minha educação …” e isso soaria muito bem.

 Agora …

Passo 3:

Volte para as anotações das  ​​coisas que você fez ontem, e reorganize-as em ordem de tempo, do que passou mais tempo fazendo para o que passou menos tempo fazendo.

Assim, para a nossa pessoa hipotética seria trabalhar, jogar em seu iPhone e, em seguida, navegar na internet e falar com o amigo.

Escreva então, antes dessa lista  “Eu acredito em …”

Esta é a sua verdadeira filosofia de vida.

Pegue o outro pedaço de papel e jogue-o fora porque ele não se aplica a sua realidade.

“Merda!” você poderia dizer. “Você não pode me julgar com base no que eu fiz ontem! Eu estava muito cansado quando cheguei em casa do trabalho e só queria relaxar!”

Ei, eu não estou julgando você! Uma vez eu perdi toda uma tarde quarta-feira tentando obter um chapéu para ficar parecido com um coelho. Mas se você acha que ontem foi um dia fora da média dos seus dias, então vá em frente e conduza sua vida baseado no mês passado. Agora, se você é como eu e todas as pessoas que eu conheço, as duas listas – as coisas que você disse que eram importantes e as coisas que você realmente gasta seu tempo e energia não têm qualquer semelhança entre si.

98cd6bf8cee9cf8d486cf2e975c871cc

O cara da caminhonete que classificou-Religião, Família, Amigos, carreira e liberdade? Se você olhar o tempo dele descobrirá que do tempo que ele passa acordado, 70% ela passa trabalhando em uma concessionária de carros, 20%  é destinado a seguir eventos esportivos de Chicago , e 10 % evitando conversa com sua família. Seu serviço para o Senhor consiste em tolerar uma hora semanal de igreja e odiar homossexuais; sua dedicação à liberdade envolve cinco minutos por dia postando imagens  anti-Obama no Facebook e votando esporadicamente.

E só para ficar claro – a lista de uma boa filosofia de vida que postei anteriormente não tinha a intenção de soar agradável para outras pessoas e sim de reproduzir o que elas realmente dizem para si mesma. Aquele cara que você viu no Whole Foods realmente pensa que “salvar o meio ambiente” está bem no topo da sua lista de prioridades de vida. Mas o seu tempo total e a energia gastos na causa acrescentam, ocasionalmente, passar um dólar extra sobre uma imagem de folhas em um rótulo de produto que faça uma doação.

Então lá vai. Se você quer saber onde você vai estar daqui a cinco anos, você não precisa de uma bola de cristal. Basta olhar para a sua filosofia de vida -a VERDADEIRA , aquela baseada no tempo real que você gasta fazendo as coisas. Isso é quem você é, e isso é que você o que será você dentro de cinco anos, 10, ou 20 anos. Você é o que faz e onde direciona o seu tempo. Nada mais.

Ficou surpreso com o resultado? Ou você conhece alguém que provavelmente ficaria? Então compartilhe. Mas cuidado: a reação de algumas pessoas nem sempre é positiva.

Por David Wong, via david
Traduzido e adaptado por Josie Conti
Do original  A 60 Second Guide to Learning the Awful Truth About Yourself

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS