Tem dias que a coisa mais importante a fazer é assistir um filme água com açúcar

Tem dias que a coisa mais importante a fazer é assistir um filme água com açúcar.

Entrar numa comédia romântica como se fosse overdose de chocolate, não exige filosofias, pensamentos, dilemas. Tem dias que a gente só precisa de um entretenimento bobo que nos tire a realidade, que nos tire de nós mesmos.

Tem dias que a gente agradece o friozinho só porque não precisa de mais desculpas para passar horas abraçada com o cobertor e quem sabe com um gato dormindo no pé da cama, nos aquecendo os pés.

Tem dias que a gente desliga a internet, pega 4 livros na estante e lê um pedaço de cada um. Nesses dias a gente esquece de tomar banho, de fazer comida, de terminar o relatório ou colocar a caixa de e-mails em dia.

A gente passa a chá, sopinha congelada, bolachas com manteiga. A gente fica de pijama e meias, não paga as contas, não abre a correspondência.

São dias que a gente diz: ‘hoje só amanhã!’.

Por isso a gente cochila à tarde e assiste 5 episódios da nova série à noite. A gente não tem horário, não atende o telefone, não arranja nenhum compromisso social.

Dias de solidão, sábado de papo pro ar, domingo de chuva, feriado no meio da semana, servem pra recuperar as energias, desligar da vida e curar o coração.

Tem dias que a coisa mais importante a fazer é fazer nada para que tudo volte a fazer sentido.

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Clara Baccarin

Clara Baccarin escreve poemas, prosas, letras de música, pensamentos e listas de supermercado. Apaixonada por arte, viagens e natureza, já morou em 3 países, hoje mora num pedaço de mato. Já foi professora, baby-sitter, garçonete, secretária, empresária… Hoje não desgruda mais das letras que são sua sina desde quando se conhece por gente. Formada em Letras, com mestrado em Estudos Literários, tem três livros publicados: o romance ‘Castelos Tropicais’, a coletânea de poemas ‘Instruções para Lavar a Alma’, e o livro de crônicas ‘Vibração e Descompasso’. Além disso, 13 de seus poemas foram musicados e estão no CD – ‘Lavar a Alma’.


COMENTÁRIOS