Retratos da devastação causada pelo Alzheimer

A devastação mental que a doença de Alzheimer pode causar está representada na matéria abaixo através de 5 anos de autorretratos do artista inglês William Utermohlen.

Em 1995, aos 61 anos, ele foi diagnosticado com a doença de Alzheimer. Incentivado por sua enfermeira que amava o seu trabalho, Utermohlen nunca abandonou sua paixão pela pintura e, ao longo do tempo, continuou com suas pinturas até o momento em que sua memória  falhou completamente.

Os autorretratos do artista ilustram a infeliz e  inexorável  progressão da doença, que esteve presente nos últimos cinco anos de sua vida artística ativa.

“Mesmo nos momentos em que começou a ficar doente, ele estava sempre desenhando, a cada minuto do dia.” recorda a esposa do artista, Patricia Utermohlen. “Eu digo que ele morreu em 2000, porque ele morreu quando ele não podia pintar qualquer outra coisa. Entretanto sua morte física realmente aconteceu em 2007.”

Do original, Cultura Inquieta.

Traduzido e adaptado por Josie Conti

1967

1967

1996

1996 1

1996

1996

1997

1997

1998

1998

1999

1999

2000

2000

Fonte indicada!

Capturar

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS