Quanto ganha um professor: um dia de fúria (tirinha)

Todos sabemos que a profissão do professor, uma das mais nobres da humanidade, atualmente não é depreciada apenas em sua remuneração, mas também em sua relevância social. Ser professor, cada vez mais, vem se tornando motivo de piadas. Se um jovem disser que sonha em ser professor, dificilmente escapará de alguma piada sobre o salário, por exemplo.
Nessa tirinha, há uma cena “catártica” onde um professor, frente ao deboche de uma pessoa, retoma todos os motivos maiores que o levaram e o preservam na profissão.
É claro que não dá para trabalhar só por idealismo, mas a crítica social da tirinha me parece estar muito mais voltada para uma sociedade que deixou de reconhecer o valor de seus mestres e, por isso, segue em declínio cultural acentuado e sem perspectivas de melhora.

01_thumb_061832

Fonte indicada: Minilua

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS