Preparo minha vida ou um café?

As histórias se repetem tanto que às vezes até cansa. Têm dias que fazemos as malas para estar ao lado de alguém que só estava de passagem, outros dias, escolhemos uma bolsinha de mão para passear com alguém que já estava disposto a plantar raízes no chão.

São tempos difíceis, por isso decidi deixar tudo claro. Não vou pedir que assine um contrato, mas espero que ao menos tire alguns minutos para me ler. Eu não quero gastar toda a minha energia em algo prestes a acabar. Se for apenas por diversão, tudo bem, eu gosto de me divertir, mas peço que me avise pois não quero que apenas se divirtam comigo. Se é por um dia, então senta aqui, deixe eu te preparar um café. Com açúcar? Adoçante? Quer saber?! não responda. Não precisamos nos conhecer tanto assim, deixe o mistério no ar.

Tudo bem se você já estiver planejando o voo, podemos aproveitar enquanto suas asas continuam fechadas. Quer um cigarro? Uma tragada ou duas depois do café e não nos vemos mais. Não me importo se tiver que ser assim, mas não esquece de me contar seus planos. Não deixe que eu fique planejando aqui e ao sair para te mostrar, você já foi.

Eu não ligo se você veio me encontrar com a passagem de volta já comprada e guardada no bolso. Mas me mostra, me deixa ver pra que hora está marcada só pra eu me organizar melhor. Se o café estiver demorando, eu posso usar a máquina de expresso, me diz o quanto tem de pressa.

Porém, se por acaso, se por um descuido da rotina, você seja alguém que goste de ficar, então se aconchega aqui. Deixa eu te contar uma história. Tenho uma muito boa sobre quando era criança. Na verdade, é meio longa… mas parece que temos tempo. Aproveita e me conta quando conseguiu essa cicatriz no queixo. Senta aqui ao meu lado, me deixa decorar seu rosto enquanto você fala como foi o seu dia. Agora está chovendo lá fora e não temos como sair. O que não nos afeta em nada já que não tínhamos planos para ir a lugar algum. Bom ver suas malas aqui bem aos lados da minha.

A noite está fria, mas nada como um coração seguro para esquentar. Ah, e um chá! Nunca gostei de café.

 

COMPARTILHE
Najara Gomes
"Paulista. Pisciana. 20 anos de excesso de sentimentos. Nada como um gole de café e uma dose de drama pra passar o dia. Meu bem, eu exagero até nas vírgulas."



COMENTÁRIOS