Prazer, seja feliz

Olá, prazer.

Não te conheço, mas saiba que quero seu bem.

Quero que seja imensamente feliz e amado.

Sou assim. Faço questão de ver bem quem está ao meu lado.

Faça-me somente um favor, só fique se quiser o mesmo pra mim. Não me importa que vá embora, que me deixe, que procure gente mais interessante, mas não perca a hora.

Não quero ninguém que me diminua. Não vou deixar que o faça. Sou grande demais. Talvez por fora não pareça, mas é que o que lhe mostro é só a capa.

Então, desista. Procure quem te conquista, a quem você não resista, mas vá.

Já basta quando me diminuo por mim mesmo, quando meus olhos só enxergam defeitos. Escute, posso listá-los pra você. Não perca seu tempo descobrindo um a um. Medindo se ainda assim gostaria de investir em mim.

Não sou mercadoria, então não negocie minhas imperfeições. Não procure as que eu ainda não vejo. Não me traga mais do mesmo.

Não preciso de você para ser feliz, nem você de mim. Então, suma. Deixe-me em paz. Pra mim, realmente, tanto faz, só não finja que sim.

Não me faça querer mudar a mim mesmo. Sou ser imperfeito, mas não sou o pior. Se for pra me ajudar, que seja com carinho e não com críticas de quem procura alguém melhor.

Sei que ainda tenho muito a melhorar, quem não tem? Mas, sabe, se você não gosta agora, não vá além. Você não sabe o que passei, não sabe o que já veio ou o que ainda vem.

Talvez seja somente um teste, pra ver se eu aprendi certinho, que não vale a pena estar perto de alguém com quem não consigo ser o mesmo quando estou sozinho.

Normal? Não sou, foi mal.

Então vá, por favor. Não estou te segurando. Estou sendo sincero. Você haverá de ser mais feliz, assim eu espero.

O prazer foi todo seu.

COMPARTILHE
Júlia H. G.
"Amante das exatas com coração de humanas. Descobrindo nas palavras uma válvula de escape para tanta reflexão guardada."



COMENTÁRIOS