Por que você tem tanto medo?

Por que você tem tanto medo?

Medo de viver, medo de arriscar, de botar a cara pra bater. Da onde vem esse medo todo? Quem te ensinou a ser assim? Querida, a vida está aí para ser vivida. A gente vai tomar muito rola, vai quebrar a cara muitas vezes, mas faz parte. A gente levanta, sacode a poeira, e continua andando.

O que não pode é ficar parado, sem se mexer, estagnado na vida. Isso não. Isso é inaceitável.

Eu já sofri. Já botei minha confiança em quem só me decepcionou, já perdi noites de sono pensando no que não deveria, já apostei todas as minhas fichas em projetos que não deram certo, já quebrei a cara muitas vezes. E, pelo o que tudo indica, vou quebrar muito mais ainda. Já errei muito também.

Mas cara, faz parte. A vida é isso. A vida é errar e errar e errar mais uma vez, até aprender. Uma hora você aprende e pronto: aí sim você cresceu. Mas quem tem medo de errar, quem tem medo de sofrer, quem tem medo de gritar “Olha, eu to aqui”. Nunca vai sair do lugar. Já dizia Projota: quem tem medo de sofrer não merece o melhor da vida.

E não merece mesmo; a vida ta aí pra quem arrisca.

Perde o medo, vai em frente, vai de cabeça erguida. Não deu certo? Paciência. Você tem a vida inteira pra tentar de novo.

Mas tenta.

Porque quem não tenta não sai nunca do lugar.

Acompanhe Amanda Areias no Facebook pela sua comunidade Livre Blog.

Imagem de capa: acervo pessoal da autora

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Amanda Areias
Dona do blog Livre (facebook.com/livreblog) Designer Gráfica por profissão, viajante por paixão e feminista por necessidade.​ Mochileira desde os 17 anos, sempre em busca de lugares, culturas e pessoas novas.

COMENTÁRIOS