Perguntaram a pessoas centenárias o que elas têm a ensinar.

As 17 respostas são sabedoria pura!

Provavelmente você já ouviu alguém dizer que “sabedoria vem com o tempo”. Depois de ler o que essas pessoas centenárias ensinam sobre a vida, fui obrigado a concordar.

Tudo começou com uma garota e sua avó de 101 anos. A jovem abriu um tópico de discussão em um fórum na internet e pediu que as pessoas fizessem perguntas à vovó centenária.

A ideia fez sucesso e mais idosos além dos 100 anos de idade foram convidados a participar. Aqui estão os conselhos de profunda sabedoria que eles deram.

1

– Que conselho você deseja passar para alguém na casa dos vinte anos?

“Não desista nunca. Você é jovem e terá épocas difíceis pela frente. Não desista. Nunca.”

– Qual é a maior lição que você aprendeu?

“Seja honesto. Eu raramente menti. Quando você é honesto com as pessoas, elas são honestas com você. Dá muito trabalho manter uma mentira, você não precisa dessa carga extra de estresse.”

3

 

– Algum conselho para quem quer viver mais de 100 anos?

“Sempre escute as outras pessoas. Você vai aprender muito mais ouvindo os outros do que falando o que você já sabe.”

– Que experiência você diria que absolutamente todas as pessoas devem viver uma vez na vida?

“Viaje e conheça o máximo que você puder desse mundo!”

– Que segredos você pode compartilhar sobre saúde? O que você acha que pode ter te ajudado a alcançar uma vida tão longa (dieta, exercício, genética, etc.)?

“Tire cochilos todos os dias.”

A autora Bel Kaufman estava com 100 anos quando discursou em uma universidade. Segundo ela, os ingredientes para uma vida feliz são humor e paixão.

“O humor é uma força de vida, uma maneira de sobreviver às dificuldades.”

“Eu acho que as pessoas devem ser curiosas. Elas têm que ter interesses na vida além de suas dores e problemas. Têm que ficar animadas em ver coisas novas, conhecer novas pessoas, assistir a um jogo novo. Apenas seja apaixonado pela vida.”

“Eu não me importo qual é a sua paixão. Pode ser colecionar tampinhas de garrafa. Mas se você fizer isso com paixão, você está vivo. ”

4

Dr. Shigeaki Hinohara, de 104 anos, é o autor de Living Long, Living Good(“Vida Longa, Vida Boa”, em tradução livre) e compartilhou esses brilhantes conselhos sobre a vida:

“Não seja obcecado por acumular coisas materiais. Lembre-se: você não sabe quando vai passar para o andar de cima, e você não pode levar nada com você.

“A dor é um mistério, e se divertir é a melhor maneira de esquecer dela”.

 

Elsa Bailey comemorou seu 100º aniversário esquiando no Colorado. Ela contou à ABC News algumas coisas que aprendeu para se manter feliz e saudável.

“Se você é positivo, você pode superar tudo. Quando você pensa negativamente, você está colocando veneno em seu corpo. Apenas sorria. Dizem que o riso é o melhor remédio que existe”.

“Seja ativo. Eu faço as coisas do meu jeito, estou esquiando com 100 anos de idade. Mas ninguém mais faz isso, mesmo que tenha muita energia. Eu tento comer corretamente, fazer exercício físico, aproveitar o ar fresco e a luz do sol.”

6

Outro centenário compartilhou os seguintes ensinamentos que aprendeu nos últimos 100 anos de sua vida.

“Viaje enquanto você é jovem e capaz. Não se preocupe com o dinheiro, apenas dê um jeito de viajar. A experiência é muito mais valiosa do que qualquer dinheiro.”

“A única coisa constante é a mudança, então você tem que aprender a aceitá-la.”

“Um dia você vai perceber que passou muito tempo se preocupando com nada.”

“Eu não diria que você tem que praticar uma ou outra religião, ou então não praticar religião nenhuma… Eu digo que você deve descobrir no que acredita, dentro de você, e viver isso completamente.”

“Não leve a vida tão a sério.”

Do original brightside.me, via Awebic.

Indicação de nossa página parceira Psique em Equilibrio.

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS