Onde moram as fantasias…

Por Josie Conti

Naquela cidade existe um rio. Sobre ele uma ponte que dá travessia a quem, do outro lado, precisa chegar.

Naquela cidade existe um homem de bigode que mora no lado esquerdo do rio. Todo dia ele caminha até a ponte, mas nunca faz a travessia completa.

Naquela ponte existe um ponto. Nesse ponto, no meio da ponte, o homem de bigode abre sua banca e vende fotografias: são fotografias das paisagens que existem do lado direito da ponte.

O homem de bigode só conhece o que existe do lado direito da ponte através de suas fotografias.

Um dia, um estrangeiro, pergunta ao homem de bigode se ele entregaria algumas de suas fotos no hotel, situado no lado direito da ponte. O homem pára, pensa e responde: “No lado direito da ponte não preciso de fotografias.” Permaneço aqui, na ponte, onde moram as fantasias.

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Josie Conti
Blogueira e empresária. Após trabalhar anos como psicóloga, abandonou o serviço público para manter seus valores pessoais. Hoje, conjuntamente com sua equipe, trabalha prioritariamente na internet na administração de redes sociais e sites como CONTI outra, A Soma de Todos os Afetos e Psicologias do Brasil, além de várias outras fan pages que totalizam cerca de 10 milhões de usuários. Também escreve para as Revistas Contemporânea Brasil e Caminhos. É um exemplo de pessoa que mudou de profissão para reconstruir seu próprio caminho. Apaixonada por cinema e literatura. Acredita que a universidade deve ser um degrau construtor de conhecimento e senso crítico, mas nunca a definidadora de uma vida.

COMENTÁRIOS