O presente recusado

Um insensato ouviu dizer que o Buda pregava que devemos devolver o bem pelo mal e o insultou.

O Buda guardou silêncio. Quando o outro acabou de insultá-lo, perguntou: “Meu filho, se um homem recusasse um presente , de quem seria o presente?” O outro respondeu “De quem quis oferecê-lo”. “Meu filho” replicou o Buda, “Tu me insultaste, eu recuso o teu insulto e este fica contigo. Não será isso por acaso um manancial de desventura para ti?”. O insensato se afastou envergonhado, porém voltou para refugiar-se no Buda.

Extraído do livro “Buda” de Jorge Luiz Borges, Editora Bertrand Brasil

budabuda

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS