Me ama com tudo que em ti for amor

Imagem: Oleksandr Schevchuk/shutterstock

Podemos, só por hoje, esquecer o mundo lá fora?
Esquece a louça
a roupa suja
o trânsito
o compromisso de amanhã

olha pra mim
mas olha mesmo
como se nunca mais
eu fosse a luz a descansar na tua retina

como se nunca mais
eu fosse a mão que sempre escolhe segurar a tua
no meio da multidão

me engole com tudo que em ti for sede
me abraça com tudo que em ti for ternura
me ama com tudo que em ti for amor

porque, hoje, eu preciso da tua plenitude
para deixar respirar a minha

Patricia Pinheiro

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Patrícia Pinheiro

Gaúcha e estudante de Psicologia. É escritora e revisora de textos na Sociedade Racionalista, colunista do CONTI outra, artes e afins, Fãs da Psicanálise, Inspiring Life e escreve, ainda, para o Blogueiras Feministas; Brasil Post; Benfazeja; Psiconline Brasil e Puta Letra. É feminista, apaixonada por moda e assumidamente viciada em filmes e séries. Ainda irá viver da escrita.


COMENTÁRIOS