Mas você não tem medo?

Falar que você vai viajar sozinha, sendo mulher, gera centenas de perguntas. De todas elas, a que mais aparece é “Mas você não tem medo?”. Eu nunca sei o que responder quando surge essa pergunta, porque dá medo sim, lógico que dá.

Mas os medos estão aí para serem vencidos.

Maior que o medo, é a sensação de conquista, de que você é capaz.
Não existe sentimento melhor do que chegar no topo de uma montanha na Noruega, ou estar num ônibus no interior da Índia, olhar pro lado e pensar “Eu consegui, e eu consegui sozinha”.

Todas as dificuldades que você passou até agora desaparecem por completo depois desses momentos. Porque nada se compara com a sensação de saber que você não depende de ninguém pra ir atrás dos seus sonhos.

Viajar sozinha é, de alguma forma, um protesto. É ir contra toda essa sociedade machista que quer nos ver presas dentro de casa.
É escutar quieta todo mundo falar que você não consegue, ir lá e conseguir mesmo assim.

Eu viajo sozinha pra mostrar pra todas as mulheres do mundo que, independente do que nos digam, nós podemos sim!

Acompanhe a autora no Facebook pela sua comunidade Livre Blog.

COMPARTILHE
Amanda Areias
Dona do blog Livre (facebook.com/livreblog) Designer Gráfica por profissão, viajante por paixão e feminista por necessidade.​ Mochileira desde os 17 anos, sempre em busca de lugares, culturas e pessoas novas.



COMENTÁRIOS