Marido lê diário para lembrar esposa com alzheimer sobre história de seu amor

Jack Potter é um inglês que mesmo aos 90 anos lutou diariamente para que o amor entre ele e sua esposa não fosse esquecido.

Phyllis e Jack foram casados por mais de 70 anos e tudo estaria muito bem, não fosse por um detalhe. Phyllis tem demência e é acometida por uma severa falta de memória. Para evitar que as memórias dos dois fossem apagadas, Jack a visitava todo o dia na casa de repouso onde ela vivia e lia para ela trechos do diário que ele guardava desde que se conheceram.

Parece cena de filme, mas não é. Ou melhor, também é. É que a história do casal inglês lembra em muita coisa o livro “Diário de Uma Paixão”, de Nicholas Sparks, que mais tarde virou filme.

“Eu me lembro como se fosse ontem da primeira vez que a encontrei – ela veio até mim e me tirou pra dançar”, disse Jack, em entrevista ao tablóide britânico Daily Mail. “Ela era uma excelente parceira de dança e era mais velha que eu – eu a achei maravilhosa e continuo achando.”

A reportagem original é de 2013 e até o momento a reportagem não descobriu nada sobre a atual situação do casal. Seja como for, o carinho e dedicação de Jack fica como exemplo para cada um de nós.

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



CONTI outra

As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.


COMENTÁRIOS