Maria Callas interpretada por Christiane Torloni emociona São Paulo

Considerada a maior soprano de todos os tempos, Maria Callas teve sua história contada por muitos em palcos ao redor do mundo, em diferentes montagens. Terrence McNally foi um dos dramaturgos que investigou a cantora lírica: o americano estreou em 1995 um dos mais aclamados e premiados espetáculos da Broadaway, “Master Class”, com montagens em vários países e que ganha uma nova versão brasileira. No papel da cantora está Christiane Torloni, dirigida pelo amigo de mais de 25 anos José Possi Neto.

Quem foi Maria Callas?

Nascida em Nova Iorque em 1923, filha de pais gregos, com pouca idade revelava seus dotes musicais. Seu nome completo era Maria Cecilia Sofia Anna Kalogeropoulou. Em 1937 parte para a Grécia com sua mãe, com quem sempre teve uma relação extremamente difícil. Curiosamente sua mãe e sua irmã, que falaram sempre coisas horríveis da cantora, ficaram milionárias ao herdar a maior parte de sua herança.

Foi na Grécia que Callas começou a estudar musica de forma séria. Cantou algumas vezes em seu país, mas sua glória internacional começou na Itália. Em 1948 despontava, em Florença, uma cantora excepcional, sobretudo como interprete de papéis altamente dramáticos, como a Norma de Bellini.

Sua base musical extremamente solida permitiu que ela aprendesse diversos papéis em pouquíssimo tempo. Sua versatilidade vocal a fazia ter facilidade para cantar papeis dramáticos, como a personagem título de A Valquíria de Wagner (que ela cantava em italiano), e um papel extremamente leve e ágil como o de Elvira, da ópera I Puritani de Bellini, na mesma semana. Logo se tornaria a grande estrela do teatro de ópera mais importante da Itália, o La Scala de Milão. O que mais fascinava o publico italiano, e posteriormente outras plateias na Europa e nos Estados Unidos, era o fato de que Maria Callas não era apenas uma grande cantora. Era também uma grande atriz. Seu comprometimento dramático era tal, que ao final de cada espetáculo estava completamente esgotada.

Callas era muito exigente consigo mesma. Estudava muitas horas, e me foi contado por testemunhas, que em São Paulo, onde atuou em 1951, corria como uma atleta pelo palco, e quando estava ofegante começava a vocalizar. Seus anos dourados vão de 1950 até 1958. Daí em diante sua carreira entra em declínio, quando abandona sua ferrenha disciplina ao conhecer e se apaixonar pelo milionário grego Aristóteles Onassis. Sua paixão a fez reduzir consideravelmente suas apresentações, e praticamente não acrescentou nenhum papel novo em seu repertório. Sua voz no inicio dos anos 60 era extremamente irregular, apesar de que seu empenho dramático continuou intacto. Depois de morar anos na Itália, muda-se para a França na década de 60, e fixa-se em Paris até sua morte. Em 1964 Callas teve seu último êxito num palco operístico, quando no Covent Garden , em Londres, atuou num de seus papéis favoritos: Tosca de Puccini. Suas ultimas apresentações na Ópera de Paris, com a Norma de Bellini , em 1965, foram calamitosas, e nunca mais se apresentou em uma encenação operística.

Sua tristeza pessoal arruinou a sua vida artística, e podemos resumir esta tristeza com dois fatos marcantes: o fato de Onassis ter casado com Jaqueline Kennedy, e o fato de ela ter perdido um filho de Onassis. Seus últimos anos a viram, de forma esporádica, como professora na Julliard School, em Nova Iorque, e como atriz na Medeia de Pasolini, e em 1974 voltou aos palcos em recitais por diversas partes do mundo, junto ao tenor Giuseppe di Stefano, recitais estes que foram infelizmente gravados, gravações estas que mostram o estado deplorável de sua voz. Isolada, deprimida acabou falecendo aos 54 anos, de um enfarto fulminante. Morreu só.

Detalhes da peça

  • Nome: Master Class
  • Gênero: Musical
  • Diretor: José Possi Neto
  • Elenco: Christiane Torloni, Julianne Daud, Bianca Tadini, Leandro Lacava, Thiago Rodrigues, Thiago Soares e Jayana Gomes Paiva
  • Horários: Quinta às 21h; sexta às 21h30; sábado às 21h; domingo, às 19h.
  • Local: Avenida Rebouças, 3970 – Teatro das Artes do Shopping Eldorado – Pinheiros, Sao Paulo, SP.
  • Período: 03/Setembro a 22/Novembro de 2015.
Torloni
Imagem de capa- Foto divulgação

Com informações sobre a peça via Rede Globo e biografia da cantora dos arquivos da Gazeta do Povo.

Dica Saraiva: 30 Complete Operas de Maria Callas- Box Com 64 CDs

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS