Lições que o tempo e a poesia me ensinaram

1– Na vida, conta o que sonhamos ser, não o que somos. É o sonho que nos aponta o horizonte da existência.

2  – Os ponteiros da vida têm outro ritmo e não adianta apressar o passo.  O caminhar importa mais que a chegada, desde que se aprecie a paisagem.

3 – Nada importa se um coração foi moído e sangrado de amor. Ele se fará sempre mais e mais forte, pois um coração nunca morre de amar.

4 – Um amigo é a bondade que se faz carne, mas é humano.  Ele pode e vai falhar vez ou outra.

5 – O  céu é quando me  acaricia uma  brisa ou quando uma borboleta me acode a emoção. E se o céu é meu, posso dispensar o ouro e a prata, se eu assim o quiser.

6 – Não importa o tamanho da minha luz, ela adquiriu o direito de brilhar após vencer  a escuridão do meu peito.

7 – A maldade humana se faz minha, sempre que não consigo amar aquele que não é bom.

8 – Nenhuma prisão é maior que a gaiola da ignorância em que nos fechamos a nós mesmos sob a fachada da religião.

9 – A liberdade é uma asa com lâminas em lugar de penas; e voar é ferir-se.

10 – A miséria humana  tem peso de ouro e adorna o pescoço do egoísmo de  uns poucos .

11 – Deus é a poesia infinita que permeia a alma do mundo. Nele, temos presságios de eternidade e alumbramentos de esperança. Sempre que escrevo um poema estou encantada de Deus.

COMPARTILHE
Nara Rúbia Ribeiro
Escritora, advogada e professora universitária.



COMENTÁRIOS