Homens sentem-se “maduros” para a vida aos 54 anos

Nós sempre soubemos que os homens demoram mais do que as mulheres para amadurecerem. Porém, um estudo realizado pelo centro Crown Clinic, em Manchester- Inglaterra, que é especializado em transplante de cabelos, entrevistou cerca de mil homens e obteve resultados que sugerem que eles só se sentem adultos de verdade aos 54 anos. Seria só a partir dessa idade que, enfim, começam a se sentir seguros e bem resolvidos.

A pesquisa sugere que os homens de 54 anos de idade , como Simon Cowell , Hugh Laurie e Kevin Spacey estão apenas no início de sua vida resolvida.
Segundo os entrevistados, as inseguranças não ficam pra trás antes, aos 40 anos como acontecia com as gerações anteriores, por causa de problemas financeiros e por terem filhos mais tarde. Além disso, eles ainda contam com outros tipos de inseguranças, como questões financeiras, imperfeições física, solidão e medo de ficarem solteiros.

Enquanto algumas preocupações levantadas abordam questões como ” dentes podres” , ” uso de óculos ” e ” beber demais ” , outros confessaram que estavam preocupados com questões mais graves, incluindo o divórcio , a impotência e pobreza real.

Asim Shahmalak , da Clínica Crown , disse: ” Não é de se surpreender que a vida comece apenas aos 54 anos. Estamos todos vivendo muito mais tempo e , com o custo de vida em espiral e com a paternidade vindo mais tarde para tantos, inevitavelmente, vai demorar mais tempo para que esses homens sintam-se resolvidos”.

Agora, como mulher eu digo uma coisa, se esse amadurecimento realmente acontecer aos 54 ainda estou feliz  pois tenho visto homens com mais de 50 anos com uma imaturidade que chega a ser desconcertante.

Tradução e adaptações Josie Conti

Fonte da matéria original: Telegraph 

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS