A gratidão é a mais sincera das orações.

Você se lembra de quando estava desempregado, estudando para um concurso público super concorrido? Dormia pouco, super ansioso e exausto. Se você é alguém espiritualizado, certamente, orava e pedia a Deus para que te concedesse a bênção da aprovação. Então, deu certo, você foi aprovado no concurso que tanto queria e tomou posse. Maravilha, não é?

E então, como você tem tratado essa bênção? Você sente gratidão por ter esse emprego ou vive reclamando no domingo à noite porque a segunda está se aproximando? Você dá o seu melhor no seu trabalho ou faz tudo de qualquer jeito? Sabe, eu acredito que Deus presta muita atenção na forma como tratamos aquilo que Ele nos dá. Sim, eu parto do princípio de que tudo o que temos de bênçãos tem a participação Dele.

Nós, pais e mães, quando damos um presente aos nossos filhos, nos chateamos quando percebemos que eles não cuidam bem e que não tem o devido zelo. Óbvio que levamos em conta o grau de maturidade da criança. Quando percebemos que nossos filhos cuidam bem daquilo que damos a eles, nos alegramos e nos motivamos a presenteá-los novamente.

Penso que há uma semelhança no que Deus espera de nós também. Cuidar bem daquilo que recebemos é uma forma de demonstrarmos gratidão e de atrairmos outras bênçãos. Um coração grato move o coração de Deus. E essa postura grata serve para tudo o que chega em nossas mãos, em nossa vida. E o que dizer das pessoas que Deus coloca em nossa caminhada?

Será que temos cuidado bem delas? Será que estamos fazendo o nosso melhor por elas? O filho que você tanto desejou um dia, está sendo tratado como bênção? E o cônjuge, tem sido tratado com amor ou você o trata como um estorvo? Para ser mais específica, creio que, espiritualmente, somos observados nas mínimas coisas.

Até mesmo na forma como mantemos a nossa casa, se bagunçada e suja ou se toda arrumadinha. Lógico que não tem como manter tudo impecável, mas sabemos quando é desleixo ou quando é falta de tempo mesmo…Deus também sabe! Não tenho dúvidas de que quanto mais gratos, mais cuidadosos seremos com aquilo que chega em nossas vidas, afinal, se Deus nos confiou é porque Ele espera que cuidemos da melhor maneira possível.

Não o decepcionemos. Peçamos a Ele um coração cada vez mais grato e um comprometimento com o que recebemos Dele. A gratidão e a oração são a senha de acesso ao coração do nosso Pai Celestial. Sentir-se grato é o oposto de sentir-se autossuficiente.

Imagem de capa: PhotoMediaGroup/shutterstock

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Sou uma mulher apaixonada por tudo o que seja relacionado ao universo da literatura, poesia e psicologia. Escrevo por qualquer motivo: amor, tristeza, entusiasmo, tédio etc. A escrita é minha porta voz mais fiel.


COMENTÁRIOS