Por que é tão difícil dizer “NÃO”?, por Josie Conti

Somos frutos da história de nossos antepassados, de nossa genética e de nossa história pessoal. Nossas escolhas são influenciadas por valores, afetos, medos e culpas. Dizer “não” pode afetar nossa identidade, nossa vaidades e está relacionado com nossa autoestima.
Os limites têm que vir de nós mesmos e dizer “não” é peça fundamental para relações pessoais mais verdadeiras e maduras.

Para refletir:

“Cada vez que dizemos ‘sim’ querendo dizer ‘não’, o ‘não’ é para nós mesmos.”
Josie Conti

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Josie Conti
Blogueira e empresária. Após trabalhar anos como psicóloga, abandonou o serviço público para manter seus valores pessoais. Hoje, conjuntamente com sua equipe, trabalha prioritariamente na internet na administração funcional, editorial e publicitária de redes sociais e sites como CONTI outra, A Soma de Todos os Afetos e Psicologias do Brasil, além de várias outras fan pages que totalizam cerca de 9 milhões de usuários. Também escreve para as Revistas Contemporânea Brasil e Caminhos. É um exemplo de pessoa que mudou de profissão da área de atendimentos clínicos em saúde do trabalhador para reconstruir seu próprio caminho como editora de sites e blogueira. A formação em psicologia com passagens e especializações nas áreas da psicopedagogia, neuropsicologia, recursos humanos, clínica e saúde do trabalhador nunca foram perdidas e são utilizadas diariamente na escolha dos materiais, seleção de colunistas, em seus textos e vídeos . Acredita que a universidade deve ser um degrau construtor de conhecimento e senso crítico, mas nunca a definidadora de uma vida.

COMENTÁRIOS