Depressão é doença séria: Lidando com quem não entende o que é depressão

Uma vez confirmado o diagnóstico da depressão, a pessoa precisa realmente se cuidar para ter qualidade de vida e não se entregar a doença.

A depressão é uma doença psíquica e, como todas as outras doenças físicas, precisa de medicação (na maioria das vezes), tratamento e acompanhamento.

Como entender a doença e viver melhor após o diagnóstico

Há muitas razões porque as pessoas desenvolvem doenças psíquicas como depressão. Não lhe ajudará ficar se culpando ou lamentando os fatos, apenas cuide de você e ame-se a ponto de saber que há tratamento e você não precisa ficar sofrendo por isso. Procure ajuda profissional, se necessário, como a de um psicoterapeuta que faça o acompanhamento com a medicação. Isso é base para você viver melhor.

Situações que uma pessoa portadora de depressão irá encontrar

Uma vez constatada a doença, algumas situações poderão surgir, como por exemplo:

    • Pessoas que sabem que você tem depressão e não lhe contam problemas achando que isso lhe colocará mais para baixo.
    • Pessoas que se afastam, pois se ficarem perto de você pensam que vão “pegar” o “desânimo” e “pessimismo”.
    • Pessoas que lhe dirão que depressão é fruto do pecado, que você deve ter feito algo errado, por isso está depressivo.
    • Pessoas que acham que depressão é falta do que fazer.
    • Pessoas que acham que você está fazendo drama para chamar a atenção.

E muitas outras situações de pessoas que não entendem que depressão é uma doença a partir de um desequilíbrio bioquímico e que precisa de tratamento como qualquer outra. Embora a ciência não tenha descoberto a causa exata, pois há vários níveis da mesma, não acoberta o fato de que a própria ciência já avançou e muito na busca de respostas.

Estando ciente de tudo isso, aprenda como lidar com pessoas que não entendem o que é depressão:

1. Seja discreto

Não fique falando a todos que encontrar que tem depressão. Ninguém fala a todo instante dos problemas de saúde que tem, principalmente a desconhecidos. Entretanto, tenha muito claro que ter uma doença não é vergonha, o único objetivo de ser discreto é não ser julgado por pessoas que não têm conhecimento sobre o assunto ou mesmo por quem não faz parte de sua rede afetiva e que vão efetivamente te ajudar.

2. Eleja em quem confiar

Você saberá em quem confiar quando a pessoa não lhe julga e aceita você da mesma forma. Talvez sejam poucos que entendam ou estejam interessados em aprender o que realmente é depressão. Esse é um momento importante para si mesmo e para estar perto de quem se ama. Tente manter uma rotina e envolva pessoas queridas nela.

3. Sorria

Acredite na força de seu sorriso como compaixão pela falta de conhecimento alheio. Ou seja, se ouvir algo que acha desnecessário, não precisa explicar nada que não queira.

4. Diminua o ritmo

Isso significa não deixar que a fadiga e situações de estresse lhe tragam novas crises depressivas. Você precisa desse tempo em um ritmo um pouco mais lento.

5. Delegue

A depressão muitas vezes aparece porque exigimos demais de nós mesmos. Essa pode ser uma oportunidade de lidar diferente com as pessoas que estão ao seu redor.

6. Seja grato e tenha paciência consigo mesmo

Isso faz parte do amor próprio. Reconheça o quanto já fez de bom para muitos. Você é essencial na vida daqueles que ama e que lhe amam, em especial sua família.

7.Se sua depressão está lhe trazendo pensamentos suicidas

Fique calmo, tente relaxar e respirar fundo, tenha uma alimentação saudável e por favor, procure ajuda! Pensamentos desse tipo podem fazer parte da doença, portanto não precisa sentir culpa ou mesmo se envergonhar,  mas é importante que você tenha com quem conversar sobre isso. Fale com os profissionais que te acompanham!

8. Não pare o tratamento

Nunca pare seu tratamento sem que os profissionais que o acompanham saibam e estejam de acordo. Ao contrário do que você pode ouvir, depressão não se cura só com força de vontade.

Se você é uma dessas pessoas que acham que depressão é bobagem…

Você tem a necessidade quase urgente de buscar entender que depressão é uma doença como qualquer outra e quem a possui precisa de tratamento e de apoio. Desta forma, você poderá ajudar a reconhecer os sintomas, a tratar, e a apoiar quando alguém próximo a você, ou talvez você mesmo, precisar.

*Fragmentos do original Família

Dica de livro: O Demônio do Meio-Dia: Uma Anatomia da Depressão, Andrew Solomão

 

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS