Conheça os 20 maiores venenos para a sua felicidade…e livre-se deles!

Por KARA ESPANHA

Tendemos todos, em um ponto ou outro, a envenenar a nossa própria felicidade, seja através de preocupação, medo, ou da tomada de decisões erradas. A nossa vida, de uma hora para outra, pode ser virada de ponta cabeça, mas o verdadeiro culpado sobre como nos sentimentos não é a adversidade e sim o modo como percebemos e respondermos aos problemas.

Observe alguns exemplos de comportamentos que promovem a infelicidade:

1. Excesso de ciúme

Há pessoas que exalam ciúme a ponto de sua eterna desconfiança arruinar seus relacionamentos. O ciúme geralmente é proveniente de sentimentos de inadequação pessoal. Uma pessoa equilibrada é aquela que não alimenta sentimentos como o ciúme em seus relacionamentos, pois consegue diferenciar suas próprias inseguranças e fantasmas da realidade do relacionamento.

2. Perder-se em superficialidades

Costuma-se dizer que as pessoas mais felizes são aquelas que fazem mais para os outros do que para si mesmas. Prender-se à riqueza, carros, roupas de marca, etc., é um dos grandes venenos da felicidade, pois o excesso na aparência não costuma caminhar ao lado de pessoas que vivem bem consigo mesmas.

3. Semear o rancor durante a vida

Certa vez conheci um homem que guardava rancor contra seu pai por ele ter deixado a família. Seu rancor era como um câncer que destruiu qualquer esperança que ele pudesse ter de desfrutar sua vida ao máximo. Os filósofos estoicos acreditavam que algumas coisas  devem ser deixadas para trás simplesmente porque mudá-las está fora de nosso controle. A felicidade vem a medida que avançamos em nossas vida e deixamos no passado os ressentimentos e outro rancores.

4. Viver em função de arrependimentos

Em alguns momentos a sua vida certamente será invadida por arrependimentos. Eu os chamo de erros. Os erros estão presentes apenas para ensinar que um determinado caminho acabou e que é hora de tentar outro. Não há nenhuma utilidade em olhar para trás e remoer arrependimentos: você não pode mudar o passado. Basta seguir em frente e tentar outro caminho.

5. Ser muito dependente

Se você é uma pessoa muito dependente a tendência é que espere que outra pessoa seja a responsável por sua própria felicidade. A felicidade nunca virá a você a partir de outra pessoa além de você mesmo (a).

6. Cultivar o hábito de corrigir outras pessoas

Se você sente uma necessidade compulsiva de “corrigir” os outros, então você nunca vai estar focado em seu próprio bem-estar e felicidade. Quando o foco se desloca para longe do eu, a pessoa sempre vai encontrar algo que precisa ser corrigido em outras pessoas.  Quem controla a si mesmo (a) já está prestando um grande serviço à humanidade.

7. Deixar que o medo impeça novas realizações

Ralph Waldo Emerson disse: “O medo derrota mais pessoas do que qualquer outra coisa no mundo.” Esteja atento (a)!

8. Viver em um estado egoísta

Se você é uma pessoa egoísta, isso significa que você sempre quer as coisas à sua maneira e que as necessidades e opiniões de outras pessoas costumam ser descartadas no processo. A maioria das pessoas não quer um relacionamento com uma pessoa egoísta e, se isso descreve você, dê uma boa olhada em si mesmo (a), examine as áreas de sua vida onde seu egoísmo prevalece e faça as mudanças necessárias. Os melhores relacionamentos são construídos a partir de relações onde os dois lados ganham.

9. Cultivar expectativas exageradas com relação aos outros.

Sua necessidade para que todos possam atender às suas normas na vida é uma expectativa que a maioria das pessoas nunca vai ser capaz de atingir; portanto, você vai ser sempre mais decepcionado com as pessoas e, portanto, infeliz na vida. Todas as pessoas têm o seu próprio tipo de personalidade que irá impedi-las de viver de acordo com o que você espera delas. Elas não podem fazer isso.

10. Manter atitudes hipócritas

Se você está sempre certo (a) e os outros é que estão errados, preste atenção, você corre um sério risco de ser um hipócrita. Eu costumava ir à igreja e lá sempre sentia este tipo de atitude entre as pessoas. É impossível ser perfeito (a) o tempo todo. Não cobre isso dos outros, não venda essa imagem.

11. Viver o presente com a cabeça no passado

Se você vive em seu passado isso significa que você está insatisfeito (a) com o presente. A felicidade é um estado de espírito atual e, se sua vida não te faz feliz, então talvez seja a hora de examinar a sua situação e promover algumas mudanças para melhor. Talvez você precise de um novo objetivo na carreira. Talvez seja a hora de terminar um projeto que você vem adiando. Seja qual for o caso, avançar com a vida ajudará você a viver no “agora”.

12. Manter comportamentos desonestos

As pessoas que mantém comportamentos desonestos são vistas como “alguém em quem não se pode confiar”; portanto, elas são vistas como amigos e parceiros infiéis e são mantidas sempre a uma distância “segura” .

13. Abuso de substâncias para alterar estados de felicidade.

Mesmo para aqueles que usam o chocolate e cafeína como meio de fuga, devo admitir que a euforia é de curta duração. 🙁

14. Relacionar-se com a vida de maneira pessimista

Suas palavras e pensamentos têm o poder de influenciar tanto em suas ações quanto na maneira como os outros reagem a você. Assim, a infelicidade pode perseguir pessoas pessimistas como um vírus. O medicamento para o pessimismo é tornar-se consciente de sua negatividade e trabalhar para mudar seus pensamentos e palavras para melhor. Leia, faça exercícios, tenha um hobby. Faça o que for preciso para se sentir melhor sobre si mesmo (a).

15. Manter comportamentos preconceituosos

Uma pessoa preconceituosa é, na maioria das vezes, uma pessoa infeliz que “vomita” sua infelicidade em um grupo que julga diferente e inferior ao seu. Pessoas preconceituosos procuraram situações onde poderão libertar a sua fúria. Elas acham que agredir aos outros as fará se sentirem melhor, mas isso não acontece. Assim também agem os “brigões”.

16. Não confiar em si mesmo (a)

Se você duvida de si mesmo (a) constantemente, saiba que uma estima baixa alimenta pensamentos negativos e levam a sentimentos de profunda infelicidade. É um ciclo vicioso que precisa ser tratado.

17. Estar mentalmente doente e não se tratar

Se você sofre de ansiedade ou depressão não é difícil imaginar como é estar infeliz.  O que causa estes transtornos mentais? Muitas vezes o próprio ritmo e demandas sociais podem levar a um desequilíbrio que precisará de cuidados. Outras vezes, a própria genética é responsável por uma maior tendência ao adoecimento ao longo do tempo. Tire um tempo para conversar com alguém em quem você confia e que poderá ajudá-lo (a) a raciocinar sobre os melhores caminhos a tomar. Em caso de dúvida, procure ajuda profissional.

18. Manter-se afastado (a) da natureza e dos animais

Animais de estimação, por exemplo, são ótimos no que se refere a aumentar a felicidade. Se você é alguém que não gosta ou não quer um animal de estimação não tem problema- conecte-se mais com a natureza e frequente mais lugares abertos. Um não excluí o outro, mas não manter nenhum contato com a natureza é algo que pode deixar uma pessoa muito triste.

19. Falta de esperança

A esperança é um sentimento que motiva, que dá sentido e continuidade a vida. Ela é alimentada por sonhos, projetos e até mesmo pela fé. Nunca se permita perdê-la.

20. Manter uma vida sob constante estresse

Se você é do tipo de pessoa que se mantem estressada ao longo de todo dia, 7 dias por semana, talvez seja essa a hora de fazer mudanças drásticas. Faça um inventário de sua vida e se livre do desnecessário. Viver uma vida de simplicidade é a melhor receita para diminuir o estresse.

Talvez você tenha encontrado nos itens acima algumas palavras que tenham tido algum sentido em sua vida. Se foi o caso, que tal tirar uns minutos e refletir sobre tudo isso?

Por KARA ESPANHA 

Traduzido e adaptado por Josie Conti

Do original: 20 Poisons To Your Happiness 

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS