Como viajar barato em 14 passos

As pessoas aprendem e acreditam erroneamente que somente os ricos viajam mundo afora; que só quem nasceu em berço de ouro consegue conhecer o outro lado do mundo. As pessoas confundem viagem com luxo.

Quem me conhece sabe que um dos meus lemas da vida é: Não precisa ser rico para viajar.

Não precisamos nos hospedar em hotéis 5 estrelas, comer em restaurantes luxuosos, contratar as melhores agências. Eu nunca tive um salário de dar inveja e sou a que mais viaja de todos os meus amigos que, alias, ganham muito mais que eu.

Não vou mentir, é mais difícil viajar quando se tem um orçamento apertado, você vai passar por mais perrengues; mas também é muito mais divertido. Muitas pessoas me perguntam como eu consigo viajar gastando tão pouco, resolvi então fazer uma listinha com as principais dicas:

1.
Tente fugir de agências. Tanto para comprar sua passagem e organizar a viagem, quanto para passeios. Faça tudo sozinho. Hoje você consegue encontrar todas as informações necessárias na internet e não precisa que outra pessoa organize a sua viagem pra você. Eles costumam cobrar muito caro.

2.
Infelizmente, alguns passeios são necessários a contratação de agência. Tente então contratar o passeio quando já estiver na cidade, pois online o preço é muito mais alto.

3.
Fique em hostels e divida quarto com a maior quantidade de gente que você conseguir. Quanto mais gente – mais barato. Não se preocupe com barulho a noite e banheiro compartilhado, se você está conhecendo um lugar novo você não vai querer ficar curtindo o hotel (mas cuidado com os seus pertences, guarde tudo o que for de valor dentro do cofre).

4.
Pegue um hostel com cozinha e faça mercado.

5.
Use transporte público. Se perca, não tem problema, você acaba conhecendo muito mais a cidade se perdendo. Taxis são caros e você vai acabar vendo toda a cidade por uma janelinha, sem graça né? O legal é andar, se perder, pegar ônibus.

6.
Se puder evitar aviões e fazer tudo de ônibus, faça. Por mais que em alguns lugares passagens de avião sejam mais baratas, aeroportos costumam ficar distantes do centro das cidades e toda a logística de chegar e ir embora deles custa caro.

7.
Compre passagens de ônibus noturnas. Dessa forma você não perde nenhum dia de viagem e economiza acomodação nessa noite.

8.
Várias cidades, principalmente na Europa, têm um passeio que se chama Free Walking Tour. Eles costumam sair todos os dias no mesmo horário, do mesmo lugar, e basta você chegar lá e se juntar ao grupo. Nesses passeios, você seguirá um guia pelos principais lugares da cidade, tudo andando. O tour é grátis, mas no final o guia pede que cada pessoa ajude com quanto puder.

9.
Coma onde os locais comem. Não tenha nojo de comida de rua. Além de ser muito mais barato, é com ela que você vai experimentar o verdadeiro sabor do país. Restaurantes caros costumam ser muito internacionalizados o que faz com que percam um pouco a graça.

10.
Se você for estudante, leve sua carteirinha e pergunte se tem desconto. Vários lugares têm desconto para estudante mas só te dizem isso se você perguntar. Na Dinamarca, por exemplo, estudantes tinham desconto até nas lojas de roupa.

11.
Fuja da alta temporada.

12.
Quer comprar lembrancinhas pra família e coisas típicas do país? Fuja dos centros turísticos. Vá nos mercados populares, onde os locais costumam fazer compras.

13.
Se hospede perto dos centros turísticos. Talvez seja um pouquinho mais caro, mas você vai economizar muito em transporte e, provavelmente, vai conseguir fazer tudo a pé.

14.
Use o couchsurfing. Pros que não conhecem, couchsurfing é uma plataforma online onde você pode conhecer locais e se hospedar de graça em suas casas. Eu, por ser mulher e sempre viajar sozinha, nunca tive coragem de fazer isso; mas quem tiver coragem eu acho que vale muito a pena.

Acompanhe a autora no Facebook pela sua comunidade Livre Blog.

 

COMPARTILHE
Amanda Areias
Dona do blog Livre (facebook.com/livreblog) Designer Gráfica por profissão, viajante por paixão e feminista por necessidade.​ Mochileira desde os 17 anos, sempre em busca de lugares, culturas e pessoas novas.



COMENTÁRIOS