Como desmotivar pessoas e destruir equipes em 13 passos

• Mantenha a pessoa na ignorância de como está seu desempenho. Ela não precisa saber se está indo bem ou mal, se está atendendo às expectativas, e, principalmente, ela não tem porque saber no que ela realmente precisa melhorar.

• Faça-a pensar que o trabalho dela não tem a menor relevância e que qualquer um poderia substituí-la.

• Nunca diga: “por favor”, nem “como vai”, e muito menos “obrigado” para sua equipe.

• Quando vierem te perguntar algo, mantenha os olhos no computador. Responda sem parar o que você estiver fazendo.

• Mude todo o trabalho que ela fez e não dê a menor explicação.

• Não se preocupe em saber da vida pessoal. Se é casado, solteiro ou se está com algum problema sério. Aliás, “nunca” toque nesse assunto, e nem tampouco fale de suas coisas pessoais (essa observação: vale para países latinos).

• Não elogie, não dê “feedback” de reforço – algumas pesquisas sugerem que você deve elogiar quatro vezes mais do que criticar para ter um efeito significativo -. Elogiar pouco, também está valendo.

• Estimule sempre a competição entre os subordinados.

• Nunca admita seus erros ou fraquezas.

• Não seja claro quando pedir alguma coisa, ela é que tem que saber o que é melhor.

• Nunca converse sobre o futuro, as aspirações de carreira, ambições, etc.

• Peça a mesma coisa para pessoas diferentes sem avisá-las. Elas vão acabar descobrindo sozinhas.

• Nunca deixe de mostrar por palavras e atos quem é o chefe por aqui. (fonte da lista)

Alguns dos itens acima fez sentido para você? Então talvez seja o momento de repensar as relações.

DESMOTIVAR

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS