Clichê é fingir que não gosto de você

Imagem de capa: Kate Kultsevych, Shutterstock

Clichê é fingir que não me importo com você, que não penso em nós todas as manhãs. E seria um clichê ainda maior não dizer que sinto tanto por você e por esse amor que é só calmaria.

Clichê é não confessar que o seu sorriso diminui o peso nos meus ombros. Que, de alguma forma, quando você abre essa boca em felicidades, apenas sei que tudo ficará bem.

Clichê é não permitir te encontrar e estar empolgado com isso. É não deixar de vestir o melhor abraço pra te envolver e o melhor beijo pra te dar.

Clichê é, ainda, não dividir os momentos que podemos. Que dure um dia, que dure uma hora, que dure cinco minutos. Qualquer tempo com você faz valer a saudade que a gente soma.

Em outras palavras, clichê é não assumir – de uma vez por todas, que gosto de amar você.

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS





Guilherme Moreira Jr.
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

COMENTÁRIOS