‘CAÇADOR DE AURORA BOREAL’ curitibano volta de última expedição aos países nórdicos. Saiba mais e veja as FOTOS!

Por Josie Conti
Imagens Marco Brotto

 

“Todas as vezes que vejo o fenômeno da aurora eu me emociono tanto com ela quanto com os gritos de emoção das pessoas que a estão vendo pela primeira vez.”

Marco Brotto

 

casa
Na imagem acima, a aurora boreal aparece como um cenário  de sonhos em uma típica casa de barcos norueguesa

 

A aurora boreal é certamente um dos fenômenos naturais mais belos e poéticos com que a natureza nos presenteou.
Entretanto, é um presente que os habitantes de apenas algumas regiões do planeta conseguem usufruir naturalmente, pois acontece apenas nos pólos.
A ciência explica o fenômeno dizendo que a aurora é produzida quando a energia solar entra em contato com o campo magnético da Terra e, devido a essa barreira física, só consegue se dissipar nas regiões dos pólos terrestres, quando o contato da energia com a atmosfera produz o espetáculo de luzes coloridas e dançantes.
Como esse fenômeno acontece tão longe de nós, são poucos os brasileiros que tiveram o privilégio de presenciar esse espetáculo natural. Porém, dizem esses mesmos poucos que, uma vez presenciado, o fenômeno os enfeitiça e não permite que nunca mais se libertem de seu encanto.
Um deles é o empresário curitibano Marco Brotto, que após uma primeira viagem realizada por curiosidade e com pouco sucesso, descobriu-se absolutamente fascinado pela aurora. Hoje, já especializado e com a experiência de 9 expedições pelas regiões mais frias do mundo, Marco é conhecido nacionalmente como “O Caçador de Aurora Boreal”e tem seu nome listado dentre as raríssimas pessoas do país que possuem experiência e conhecimento técnico suficiente para encontrar e fotografar o fenômeno com segurança e qualidade.
Viagens aéreas de mais de 25 horas, o preparo para adequar-se a temperaturas que podem chegar até -45 graus, o risco de encontrar ursos polares, a época do ano correta e pesquisas metereológicas precisas são só algumas das questões que precisam ser amplamente aprofundadas para uma viagem de sucesso.
A última expedição aconteceu no final de janeiro e teve como destino a Noruega, Finlândia e Suécia, chegando até o arquipélago de Svalbard a apenas 1000 km do polo norte.
Um dos resultados dessa última aventura foram imagens incríveis que estão sendo selecionadas e serão parte de um livro de Marco que trará fotos e informações sobre a aurora em todos os pontos do planeta onde ela acontece.

Abaixo, Marco compartilha algumas dessas preciosidades conosco.
Aproveitem o espetáculo!

“É como se uma tempestade se aproximasse em alta velocidade mas, ao invés de nuvens, o que vemos são cores dançantes.”
Marco Brotto

-0001-marco brotto-3
Com um pouco de imaginação é possível visualizar as cores “dançando” e preenchendo com movimentos o que a foto não pôde captar

cidade
Os feixes de luz movimentam-se nas mais diversas direções

surge
Marco explica que encontrar a aurora não é coisa fácil e exige vários cálculos, entretando, quando ela aparece, só nos resta observar a explosão de cores

verde
O verde é a cor predomiante nas imagens captadas

paixoes
Marco Brotto, o caçador de Aurora Boreal, e suas outras paixões: a fotografia e sua noiva Laurise

Quer saber mais sobre o assunto?

VEJA A REPORTAGEM RIC-TV SOBRE OS PREPARATIVOS DA VIAGEM

Acompanhe esse aventureiro:

MARCO BROTTO NO FACEBOOK

E no blog AURORA BOREAL 

COMPARTILHE
Josie Conti
Blogueira e empresária. Após trabalhar anos como psicóloga, abandonou o serviço público para manter seus valores pessoais. Hoje, a Josie Conti ME e sua equipe trabalham prioritariamente na internet na administração funcional, editorial e publicitária de redes sociais e sites como A Soma de Todos os Afetos e Psicologias do Brasil, além de várias outras fan pages que totalizam cerca de 6.5 milhões de usuários. É idealizadora da CONTI outra, o projeto inicial que leva seu nome.



COMENTÁRIOS