Atenção, sua sogra pode ser uma Jocasta

O termo Complexo de Jocasta foi proposto por Raymond de Saussure há quase cem anos e designa a ligação afetiva deturpada que algumas mães tem com seus filhos. Essa forma de amor pode variar desde a superproteção até fixações sexuais da mãe para com o filho.

Na mitologia grega Jocasta era filha de Meneceu e mulher de Laio, rei de Tebas, e com este teve um filho, Édipo. Posteriormente foi esposa de Édipo, sem saber que esse era seu filho, e mãe de seus quatro filhos.

É bastante comum encontrarmos esse complexo em uma mãe que não quer que seu filho cresça, pois isso significa provavelmente que ele se afastará dela, se tornando independente.

Uma certa tristeza ao notar os filhos saírem de casa é compreensível e não denota complexo algum, contudo o complexo aparece quando a mãe não percebe que o filho deve ter outros papeis na vida que não o de filho. Que ele deve crescer, ter uma vida social, ter êxito em sua área profissional, que ele provavelmente irá namorar, casar e ter filhos, assumindo assim outras posições na vida, posições que estão longe do domínio dela.

A mãe com esse complexo não aceita nenhuma das namoradas do filho, pois acredita que ela sabe o que é melhor para a vida dele, ou seja, mulher nenhuma atenderá as exigências dessa mãe, pois nenhuma será melhor que ela para o filho. Esse é também um tipo de mãe que não deixa que o filho assuma responsabilidades pelos seus atos.

A mãe Jocasta superprotege sua cria fazendo todas as suas vontades.

O resultado desse tipo de comportamento por parte de uma mãe é que provavelmente ela vai estar criando um filho que terá no futuro dificuldades para se tornar maduro e responsável. Não podemos esquecer que uma Jocasta sempre cria seu filho para que ele seja dependente, pois isso lhe dá poderes e perpetua seu domínio sobre ele.

Não é incomum que esse filho quando adulto se ache tremendamente especial, carregando consigo traços de narcisismo, esperando comumente ser servido, como se o mundo lhe devesse algo.

Quase sempre o relacionamento com um filho de uma Jocasta é bastante complicado, pois ele vai se ligar, quase sempre, primeiramente à mãe, que provavelmente vai interferir na relação. A esposa de um homem assim precisa tomar cuidado para que, ao notar o distanciamento do marido, não se volte para os filhos repetindo de forma inconsciente o comportamento da sogra.

Muitos dos filhos de uma mãe Jocasta, no entanto, permanecem solteiros, pois estar ao lado da mãe é algo bastante atrativo. Uma Jocasta joga com todas as suas fichas para manter o filho ao seu lado, minando os relacionamentos reais dele de forma quase proposital.

Mães Jocastas acreditam que os filhos têm com elas dívidas e os seduzem diariamente com milhares de agrados. Elas farão isso também com netos, se por ventura os tiverem.

Se sua sogra for uma Jocasta, provavelmente ela já deve ter tentado minar o seu relacionamento milhares de vezes, geralmente agindo de forma desrespeitosa com você.

O que é preciso nesse tipo de relacionamento é que o seu namorado ou marido tenha consciência que a mãe dele é detentora desse complexo. Ele deve ter plena noção de que ficar sob as asas dela é algo nocivo e não benéfico para ele. Também é importante que ele não divida com a mãe particularidades do relacionamento que só dizem respeito a vocês dois.

Por mais desgastante que esse embate se mostre é imprescindível que ele se posicione de forma a resguardar a integridade do relacionamento de vocês, impedindo que a sogra interfira nele. É muito importante que ele diga abertamente à mãe que existem limites e que ela não pode ultrapassá-los.

O papel de uma mãe psicologicamente saudável é o de ser apoio para um filho, é o de dar amor e preparar para a vida e não de tomar seu rebento como propriedade, sufocando-o e asfixiando-o, tirando dele o poder de decidir sua própria vida.

Se sua sogra for uma Jocasta, é importante que você converse com seu namorado ou marido para que juntos vocês dois possam ter uma vida sentimental saudável, sem interferências externas nocivas, provindas particularmente de uma mãe que desconhece seus limites.

Acompanhe a autora no Facebook pela sua comunidade Vanelli Doratioto – Alcova Moderna.

Imagem de capa meramente ilustrativa.

COMPARTILHE
Vanelli Doratioto
Vanelli Doratioto é uma escritora paulista, amante de museus, livros e pinturas que se deixa encantar facilmente pelo que há de mais genuíno nas pessoas. Ela acredita que palavras são mágicas, que através delas pode trazer pessoas, conceitos e lugares para bem pertinho do coração.



COMENTÁRIOS