As forças que nos movem – Flávio Gikovate

As forças que nos moveram e nos movem são de dois tipos: as que nos afastam das dores e sofrimentos e as que nos geram prazer.

Muitas das nossas ações foram direcionadas para a atenuação da sensação de desamparo. Assim, nos agrupamos para nos sentirmos aconchegados.

O desejo sexual, a vaidade e a curiosidade intelectual são alguns mecanismos de prazer que movem nossa espécie.

Para mais informações sobre Flávio Gikovate

Site: www.flaviogikovate.com.br
Facebook: www.facebook.com/FGikovate
Twitter: www.twitter.com/flavio_gikovate
Livros: www.gikovatelojavirtual.com.br

Esse blog possui a autorização de Flávio Gikovate para reprodução deste material.

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS