As esculturas hiper-realistas de Sam Jinks

A perfeição somada a imobilidade das esculturas hiper-realistas do escultor australiano Sam Jinks causam no público sensações que vão da perturbação e perplexidade à mais profunda admiração pela sensibilidade e minúcia do trabalho apresentado.

Há uma reprodução fidedigna de rugas, poros, cabelos (que são naturais) e, principalmente, das expressões que dão personalidade às esculturas.

Jinks aprendeu a moldar esculturas e a utilizar látex e silicone quando trabalhava na TV trabalhava com fantoches. Também adquiriu experiência na área de efeitos especiais trabalhando no cinema. Seu acervo pode ser encontrado em alguns lugares ao redor do mundo que incluem: o Museu de Arte Kiran Nader, em Dehli, na Índia e o Museu de  Escultura Figurativa Internacional Contemporânea (MEFIC), em Portugal. Além de vários museus na Austrália, sua terra natal.

Veja o vídeo do trabalho em execução

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS