As 10 melhores citações de O Sol é Para Todos, de Harper Lee

Por Luisa Bertrami D’Angelo e Luiz Antonio Ribeiro

Não que sejam livros “atemporais”, no sentido de ignorar a importância do contexto em que foram escritos; mas é que se tornam obras primas que, em qualquer época, encantam, surpreendem e marcam seus leitores. Creio que este seja o caso de “O Sol é Para Todos”, de Harper Lee. O livro, que também foi adaptado para o cinema nos anos 60, é um clássico americano que, ambientado no sul dos Estados Unidos na década de 30, tem como pano de fundo as terríveis tensões raciais, o preconceito e a segregação se contrapondo à inocência e à gentileza da infância.

Resolvemos, então, separar algumas das melhores citações da obra que todos deveriam conhecer.

1- “Só existe um tipo de gente: gente.”

2-“As pessoas sensatas não se orgulham de seus dotes naturais.”

3-“Quando crescer, todos os dias você verá brancos ludibriando negros, mas deixe-me dizer uma coisa, e nunca se esqueça disso: sempre que um branco trata um negro desta forma, não importa quem seja ele, o seu grau de riqueza ou a linhagem de sua família, esse homem branco é lixo.”

4- “Deus significa amar aos outros como a gente ama a gente.”

5- “Eu queria que você visse o que é realmente coragem, em vez de pensar que coragem é um homem com uma arma na mão. Coragem é quando você sabe que está derrotado antes mesmo de começar, mas começa assim mesmo, e vai até o fim, apesar de tudo. Raramente a gente vence, mas isso pode até acontecer.”

6- Não se sinta ofendida quando alguém lhe disser uma expressão feia. Isso não deve atingi-la, apenas revela a pobreza de quem falou…”

7- “Antes de poder viver com os outros, eu tenho de viver comigo mesmo. A consciência de um indivíduo não deve subordinar-se à lei da maioria.”

8- “Existem pessoas que se preocupam tanto com o Outro Mundo que nunca aprendem a viver neste.”

9- Fiquei me perguntando por que as senhoras punham chapéu para ir do outro lado da rua. Grupos de senhoras sempre me causavam uma vaga apreensão e o firme desejo de estar em outro lugar, o que tia Alexandra chamava de ser “mimada”.

10- “Andar armado é um convite para alguém atirar na gente”.

Fonte indicada: Literatortura

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS