Aprenda mais sobre o perdão: 9 passos para perdoar

Hoje uma das colunas da IG realizada por Simone Cunha trouxe um tema que acredito ser do interesse de todos: o perdão.
No texto é abordada a questão do perdão ser a base de diversas religiões mas que, mesmo estando como eixo de discussões e trabalho, dificilmente é alcançado com facilidade.
Penso também que o perdão é fonte de libertação, uma vez que enquanto alimentamos mágoa e rancor permanecemos presos ao assunto mal resolvido.

Vou destacar abaixo algumas colocações que achei muito ricas na matéria e depois os passos para perdoar que são descritos no livro ‘O Poder do Perdão’de Fred Luskin. No final, deixo a referência da matéria para quem quiser ler o texto completo!
Josie Conti

“Perdoar é o ato de dissolver a raiva por completo. E não significa apenas colocar uma pedra sobre o assunto.”
Leonardo Bueno

Quando as pessoas perdoam todos indicadores físicos da saúde melhoram. “Nesse aspecto, as pesquisas são claras e conclusivas: o ressentimento e a raiva são estressores de grande porte para nossa saúde. Cultivá-los eleva a pressão arterial, impulsiona a depressão e a ansiedade”
Rique Neto

“Perdoar é um desafio, pois requer contrariar uma lógica pautada na justiça e no dever”
Rique Neto.

9 passos para o perdão:

1- Procure saber exatamente como se sente em relação ao ocorrido e reconheça o que há de errado. Depois, relate isso para uma ou duas pessoas de sua confiança.

2- Comprometa-se consigo próprio para buscar o necessário para sentir-se bem. Quem está exercitando o perdão é você; não precisa divulgar sua decisão.

3- Procure entender seu objetivo. Perdoar não significa que é preciso reconciliar-se com o seu ofensor ou tornar-se amigo dele. O importante é buscar sua paz interior.

4-Tente adquirir uma perspectiva real do ocorrido. Reconheça que sua angústia é consequência dos sentimentos que você alimenta.

5- Ao sentir-se aflito, pratique técnicas de controle do estresse para aliviar este sentimento negativo.

6- Não espere nada em troca, de pessoas ou de sua própria vida. Você pode atrair coisas boas ao se esforçar. Mas pode sofrer se criar expectativas de reconhecimento.

7- Coloque sua energia em busca de objetivos positivos que não sejam semelhantes à experiência que o feriu. Não repita mentalmente sua mágoa.

8- Uma vida bem vivida é a sua melhor vingança. Em vez de focar em suas mágoas, dando poder à pessoa que lhe provocou dor, aprenda a apreciar sentimentos positivos.

9- Altere a sua história de ressentimento de forma que você lembre-se dela ressaltando sua escolha em perdoar. Não seja a vítima, mas o herói da história que contar.

0

Referência: 9 passos para perdoar

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS