A Tribo africana Dogon e sua “inexplicável” relação com as estrelas

Uma das fontes mais surpreendentes da evidência de nossos antepassados ​​vindos das estrelas é a história da tribo de Dogon, África.

Há entre 400.000 e 800.000 Dogon em uma civilização remota na região do planalto central do Mali. A cultura Dogon é conhecida por uma arte significativa e detalhada dos seus costumes tribais, por sua cosmologia precisa e, sobretudo, por suas  lendas que os ligam aos “antepassados ​​de Sirius!

A Importância do Dogon chegou ao mundo ocidental em 1930, quando antropólogos franceses ouviram as lendas dos sacerdotes Dogon. Sçao histórias que foram passadas ​​oralmente, de geração em geração, e documentadas através de obras de arte.

O povo Dogon fala de uma raça extraterrestre do Sistema de Sirius Star, referida como o Nommos, que os visitou na terra. Os Nommos eram uma raça de criaturas humanóides aquáticos, semelhante ao sereias. Interessante é que a deusa Isis, da Babilônia, era descrita como uma sereia e associada com Sirius.

A cultura Dogon diz que os Nommos desceram à terra vindos dos céus, em um grande barco, trazidos por grandes e ruidosos ventos. Os Dogons explicaram que o sistema Sirius tem uma estrela companheira, mas não pode ser vista da Terra devido ao brilho de Sirius. Os pesquisadores descobriram artefatos de Dogon, datados de mais de 400 anos, que descrevem órbitas destas estrelas.

Anos mais tarde, em 1970, os astrônomos finalmente tiveram telescópios bons o suficiente para aumentar o zoom em Sirius e fotografaram Sirius B. O povo Dogon estava certo! Sirius de fato tem sua companheira.

Eles também identificaram as luas de Júpiter e os anéis de Saturno sem o uso de um telescópio. E fica a pergunta: como eles poderiam saber isso?

Abaixo, um exemplo de lenda Dogon falando da criação e do surgimento das estrelas.

A criação da terra

No princípio, o Deus único criou o Sol e a Lua, que tinha a forma de cântaros, a sua primeira invenção. O Sol é branco e quente, rodeado por oito anéis de cobre vermelho, e a Lua, de forma idêntica tem anéis de cobre branco. As estrelas nasceram de pedras que Deus atirou para o espaço. Para criar a Terra, Deus espremeu um pedaço de barro e, tal como fizera com as estrelas, arremessou-o para o espaço, onde ele se achatou, com o Norte no topo e o restante espalhado em diferentes regiões, à semelhança do corpo humano quando está deitado de cara para cima.

(Mito africano de origem Dogon reveladas por um velho cego, Ogotemmêli, escolhido pela tribo para contar aos seus amigos europeus os segredos da mitologia dos Dogons, relatado por Parrinder em África)

O texto acima foi traduzido e adaptado do original Catalyzing Change pela equipe CONTI outra

A lenda “A Criação da Terra” foi encontrada em Lendas Africanas

dogon-dancers

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS