A palavra mais doce

Bom dia mãe!

Hoje senti saudades de você e quis passar o dia ao seu lado.

É bom ter você perto de mim.

Eu sei que às vezes, você se sente cansada, se olha no espelho

e vê como o tempo passa rápido e vai deixando as suas marcas.

Mas quero lhe dizer que não importa como você esteja, gosto de tudo em você.

Para mim, não faz nenhuma diferença se você já não tem mais a mesma pele, o mesmo cabelo ou o mesmo corpo de alguns anos atrás.

Se para você eu não envelheço, aos meus olhos você também é sempre a mesma.

Como eu gosto de conversar com você!

Me amarro nesse seu sorriso, no seu jeito de ser.

Entendo as suas razões de se preocupar tanto comigo.

Afinal, o mundo anda muito violento

E além disso, é difícil às vezes, enfrentar e superar as dificuldades do dia -a-dia.

Tem aquele cafezinho que só você sabe fazer? Aliás, há muita coisa que só você sabe fazer:

– amar da forma perfeita, por exemplo.

Quando cheguei aqui, disse que hoje senti saudades de você e quis passar o dia ao seu lado.

Nunca esquecerei de suas palavras:

-” filha, estou todos os dias à sua espera e sempre disponível para ficar ao seu lado.” (Minha mãe, era assim: a ternura em pessoa).

Quero que saiba que a palavra mais doce que para sempre pronunciarei será: MÃE !!

COMPARTILHE
Lu Prado
Natural de Vitória (ES), não se considera uma escritora nem poetisa, no sentido técnico dessas artes. Escreve porque nasceu com esse dom: - o de escrever (à sua maneira) o cotidiano. Aposentada do Serviço Público Estadual - Área da Educação. Segundo ela, "escreve para acalmar seu coração"



COMENTÁRIOS