A Lei do Antagonista

O leão que você encara todo dia é o reflexo externo de sua realidade interior, é você mesmo que o cria e ele será tão forte quanto sua capacidade de encará-lo, de dominá-lo.
Essa é a lei do antagonista, esse é o caminho para o crescimento intelectual, emocional e espiritual.

A expressão “matar um leão por dia” está associada ao sentimento de termos que vencer os desafios que a vida nos impõe a cada dia. E por que um leão e não um outro animal deve ser encarado todos os dias, deve ser vencido todos os dias?

Acredito que é pelo fato do leão ser imponente, majestoso, seguro, forte e não atoa ser considerado o rei dos animais. Penso também que, quanto mais forte for o leão que encaramos, mais forte nos tornamos, logo matá-lo não é a melhor estratégia, pois certamente estaremos nos enfraquecendo e morrendo junto com ele, portanto, o que precisamos é aprender amar nosso leão, deixar que ele cresça e se torne cada vez mais forte.

Observem como a figura do leão está associada a realeza e ao entendermos essa relação, também nós poderemos estar destinados à realeza. É uma questão de escolha, daí uma outra expressão popular: Você é um homem (leão) ou um rato? Temos que saber onde vamos nos posicionar na cadeia alimentar, pois a natureza é sábia e a realidade é inexorável.

Segundo o autor do livro “A Escola dos Deuses”, o professor Elio D’anna, “O destino de uma pessoa, e tudo aquilo que ela possui, é ligado por um fio duplo à saúde de seu corpo, assim como o destino financeiro de uma pessoa depende de sua integridade física, da sua impecabilidade corpórea (corpo, mente e espírito). Grandes empreendimentos, fortunas financeiras, impérios industriais, assim como nações e civilizações formam-se e prosperam, ou adoecem e morrem com seu líder, com seu fundador-idealizador. Um fio de ouro liga sua imagem e seu destino pessoal ao de sua organização e de seus liderados. Seu SER corpóreo coincide com a dinâmica de sua organização, como foi para os antigos soberanos. O REI É A TERRA E A TERRA É O REI.”

Percebam a relação direta com a imagem refletida no leão que encaramos, que alimentamos, na expressão que vem de uma das leis da sabedoria hermética quando diz: “O rei é a terra e a terra é o rei”.

Trazendo para os dias atuais, é fácil perceber isso ao olharmos as organizações que estão surgindo, crescendo e prosperando, bem como aquelas que estão definhando, regredindo e morrendo. As primeiras estão sabendo amar e alimentar os leões que são vistos e refletidos como ameaça, as últimas estão os matando a cada dia, e por temê-los estão morrendo junto com eles.

“Lembre-se sempre! Nada é fora de você… O mundo que você vê e toca é somente um efeito. Tem o seu sopro… vive se você é vivo e morre com seu morrer. Não tema o Antagonista! Sob sua máscara feroz esconde-se nosso maior aliado, nosso mais fiel servidor.” ( A Escola dos Deuses)!

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



CONTI outra

As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.


COMENTÁRIOS