8 sinais de que sua vida pede mudanças (UM ALERTA)

Por Stephanie Gomes

Como saber quando é chegada a hora de mudar?

Algumas pessoas têm facilidade para detectar a necessidade de mudança e não se intimidam ao ter que alterarem o que está errado nas suas vidas.

Para outras (provavelmente a maioria), é difícil aceitar que há algo que precisa ser modificado, e mais complicado ainda tomar a iniciativa de mudar. 

MUDANÇA

Nosso corpo, nossa mente e, principalmente, nossas atitudes, sempre nos dão sinais que podem indicar tanto coisas boas como ruins em relação a nosso estado físico e mental. Sempre que algo não estiver indo pelo caminho certo, haverá indícios de que a situação está errada e precisa ser mudada. Se a mudança que você precisa é no trabalho, nos relacionamentos, nos seus hábitos, na rotina, na sua aparência, no seu estilo de vida, no ambiente onde vive ou no que quer que seja, só você pode saber, mas estes são os sinais mais comuns que indicam que, com certeza, sua vida necessita de algum tipo de mudança:

1) A felicidade dos bons momentos não dura

Você sai com seus amigos e se diverte, passa o dia no seu lugar favorito ou faz alguma atividade de que gosta muito. Durante o tempo em que está em alguma dessas situações, sente-se super bem e feliz, mas, logo que elas terminam e você vai embora, a sensação boa desaparece e você volta a lembrar dos seus problemas ou se sentir desanimado. A felicidade gerada pelas boas experiências é a que costuma permanecer por mais tempo, portanto, se você não está conseguindo conservá-la, deve haver algo de errado em alguma área da sua vida que está impedindo que ela dure.

2) Você tem dor de cabeça e insônia com frequência

Em primeiro lugar, vá ao médico investigar se não há alguma doença causando esses sintomas. Na maioria das vezes, trata-se de stress, corpo e mente sobrecarregados ou hábitos inadequados, o que indica que realmente há algo que precisa ser mudado. Nesse caso, você só tem duas opções: procurar o que está te causando esses sintomas e mudar, ou conviver com o incômodo que eles causam.

insonia-e-dor-de-cabeca

3) As coisas que te empolgavam perderam a graça

Se você não tem mais energia nem para fazer aquilo de que gosta, como praticar seus hobbies ou estar com os amigos, mais difícil ainda será cumprir as obrigações do dia a dia. Há alguma coisa que sempre te deixava feliz quando você fazia, e de uma hora para outra parou de te dar prazer? Isso pode ser um sinal de que fatores ruins estão começando a afetar até aquilo que você considerava bom. É um indício claro de que algo não está indo bem e você precisa descobrir o que é, antes que o problema domine todas as áreas da sua vida.

4) Seu círculo de amigos e parentes próximos está cada vez menor

É normal que, conforme o tempo passa e as obrigações surgem, tenhamos menos tempo para estar com todas as pessoas que conhecemos e o número de amizades diminua. Porém, se você percebe que vem se afastando cada vez mais das pessoas e não consegue mais encontrar nem alguns poucos momentos para estar com elas, precisa verificar o que está ocupando tanto o seu tempo, e analisar se isso é realmente mais importante para a sua felicidade do que estar com quem você gosta.

5) Sua autoestima está lá embaixo

Se você não tem mais vontade de se arrumar pra sair, não gosta do que vê quando olha no espelho, não sente orgulho das coisas boas que faz e se sente inseguro em várias situações, provavelmente, algo na sua vida precisa ser mudado, e nem sempre a baixa autoestima é sinônimo de problemas na aparência. Não descarte essa hipótese, mas, observe também como as pessoas com quem você convive te tratam, se você está sendo valorizado e se concorda com o estilo de vida que está vivendo. A solução do problema pode estar em mudar alguma dessas condições.

6) Você não consegue se desvencilhar da rotina

Por mais que sinta vontade de fazer outras coisas além das obrigações do dia a dia, você não tem ânimo suficiente para sair com os amigos durante a semana ou se matricular nas aulas de dança que tanto queria. Provavelmente há algo consumindo toda a sua energia e afetando sua vontade de viver. Se for esse o seu caso, é hora de parar para definir prioridades e descobrir uma maneira de encontrar o equilíbrio entre prazer e obrigações.

7) Você vive entediado

Em casa, no trabalho, no colégio, na faculdade, quando está com o namorado/marido ou os amigos, e até quando tem um monte de coisas para fazer, nada te anima. Em todos os momentos você sente que queria estar fazendo outra coisa, e quando muda para outra atividade, continua desanimado. Nesse caso, provavelmente o problema está na sua mente que se recusa a ver o lado bom das coisas, e está condicionada a fazer o mínimo esforço, porque se acostumou a acreditar que não vale a pena se esforçar para nada.

voce-vive-entediado

8) Você olha para o relógio a cada 5 minutos

É normal de vez em quando querermos que chegue a hora de ir embora do trabalho ou da aula, ou que o tempo passe porque temos algo importante marcado. O problema começa quando, todos os dias, na maior parte do tempo, tudo o que você quer é que o tempo passe, mesmo que não vá acontecer nada de diferente quando ele passar. Isso significa que não há nada de interessante em nenhum momento do seu dia, o que leva a crer que uma mudança urgente é necessária para que sua vida não passe em vão.

***

FONTE INDICADADesassossegada

Nota da CONTIoutra: os textos de Stephanie Gomes são publicados neste site com o conhecimento e autorização da autora.

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS