7 Passos para conquistar teu Sonho! Por Lorenna Mesquita

Por Lorenna Mesquita
Imagem de capa: Fabio Brandi Torres

Estou muito cansada! Há mais de um ano sou uma mulher múltipla: atriz, produtora, assessora de imprensa, webdesigner… Na verdade estou esgotada. E ao mesmo tempo muito feliz com os passos que tenho dado na minha caminhada. Explico.

Em 2013, como parte da pesquisa que faço sobre a vida e obra da poeta Florbela Espanca, estive em Portugal para conhecer sua terra, visitei as casas onde viveu, lugares que frequentou e homenagens prestadas a ela. A essa altura eu já queria fazer um espetáculo que mostrasse quem foi essa mulher e precisa ter um contato mais próximo com o universo dela. Não tive dúvidas, arrumei a mala e fui sozinha, numa viagem que também serviu para eu me encontrar.

De volta ao Brasil, compartilhei meu texto com o dramaturgo Luis Eduardo de Sousa, que sobretudo é um grande amigo! Foram noites de conversas poéticas florbelianas. Foi o Luis que, meses depois, me apresentou ao Fabio Brandi Torres, dramaturgo e diretor, numa leitura de um texto dele. E esse moço, o Fabio, tão doce, me chamou a atenção e o convidei pra dirigir Florbela. Por ser um espetáculo muito intenso, vi que a doçura do diretor seria o casamento perfeito para equilibrar a energia desse trabalho. Enviei o texto e ele aceitou.

Fizemos nossa primeira experimentação pública de cena, no festival de teatro Satyrianas, que daria origem a uma nova dramaturgia e ao espetáculo que temos hoje. E foi lá, que encontrei o Vagner Click, fotógrafo de almas. Ele conseguiu naquela noite captar as mais belas imagens do espetáculo que usamos até hoje nas divulgações e no livro.

Depois procuramos a Casa de Portugal de São Paulo e lá encontrei dois anjos: o Armando e a Maria, esta inclusive tem anjo até no nome. E o Armando, armou (no bom sentido) formas de conseguir nos ajudar com o projeto. Apresentou o Pedro, que jura vender parafusos, mas na verdade está aqui para ajudar a quem precisa e é um grande incentivador da cultura luso-brasileira. Foi ele quem nos enviou, eu o Fabio, a Portugal para estrearmos nosso espetáculo este ano.

Em terras portuguesas percorremos 16 cidades em 40 dias de temporada. Uma delas, Vila Viçosa, terra natal da Florbela Espanca. Eu só pensava: apresentar uma poeta portuguesa aos portugueses é realmente uma ousadia! E como resultado escutei deles: “Obrigado, precisou vir uma brasileirinha aqui para nos mostrar quem foi Florbela Espanca”. Foi uma viagem que me deixou muito emocionada com tamanha receptividade.

Não é apenas uma peça de teatro, é um projeto de vida. Quero contribuir para que essa grande poeta alce o posto que merece. Ainda em cartaz no Brasil e prestes a entrar em circulação nacional com esse espetáculo, eu e Fabio recebemos o convite de Vila Viçosa para participar das comemorações dos 120 anos de Florbela Espanca, na semana do seu aniversário, 8 de dezembro. Estaremos entre os pesquisadores e artistas que se dedicam a sua obra.

Sim, é possível conquistar os nossos sonhos! Mas não basta apenas sonhar. É preciso caminhar, caminhar sempre.

“Um dia, o destino, trôpego velho de cabelos cor da neve, deu-me uns sapatos e disse-me:

– Aqui tens estes sapatos de ferro, calça-os e caminha… Caminha sempre, sem descanso nem fadiga, vai sempre avante e não te detenhas, não pares nunca! A estrada da vida tem trechos de céu e paisagens infernais; não te assuste a escuridão, nem te deslumbres com a claridade; nem um minuto sequer te detenhas à beira da estrada; deixa florir os malmequeres, deixa cantar os rouxinóis. Quer seja lisa, quer seja alcantilada a imensa estrada, caminha, caminha sempre! Não pares nunca!…” Florbela Espanca

E a lição que eu tiro da minha caminhada são os 7 passos para conquistar os nossos sonhos. Não sou psicóloga, não sou especialista em comportamento humano, apenas quero compartilhar a minha experiência com outros sonhadores como eu.

1 – Acreditar:

Eu sempre digo, se alguém chegou aonde eu quero, então é possível chegar lá!

2 – Associar:

Tem ao teu lado pessoas com interesses afins. Um ajuda o outro.

3 – Ousar:

Se fizeres a mesma coisa que todo mundo ou ficar com medo de dar errado por fazeres diferente, não vais sair do lugar.

4 – Multiplicar:

Não depende de ninguém. Faz todas as tarefas que forem necessárias para atingir teu objetivo.

5 – Lutar:

Mesmo quando tudo parece impossível, segue em frente.

6 – Desabafar:

Vai ter um momento que não vais aguentar a pressão, as decepções, as quedas. Sim, elas vão existir. Então chora, chorar faz bem. Melhor ainda se for num ombro amigo. Alivia. Sei o que é isso.

7 – Conectar:

Deus, Universo, Natureza, o que for. Pede ajuda a essas energias. Almas raras como o Armando, a Maria, o Fabio, o Luis, o Vagner, o Pedro, vão aparecer no teu caminho. Garanto.

COMPARTILHE
Lorenna Mesquita
Lorenna Mesquita é, como diz Florbela Espanca, uma mulher, uma criança, uma artista que se julga alguém.No Facebook é administradora da página sobre Florbela Espanca- Florbela Espanca- Poeta No momento está com a peça Florbela Espanca, a hora que passa em cartaz em São Paulo no Top Teatro.



COMENTÁRIOS