5 palavras que você deveria tirar do seu dicionário

Por Stephanie Gomes

As palavras têm poder. Não só aquelas que são ditas, mas também as que formam os nossos pensamentos, as que usamos para caracterizar pessoas e sentimentos e as escritas (inclusive no Whatsapp, chat do Facebook, emails…). Tudo o que sai de dentro de você em formato de palavras expressa um pouco de quem você é, como age e de que forma enxerga a vida, e tudo o que você pensa e diz te afeta de alguma forma, tanto internamente como externamente.

É por isso que vale a pena se perguntar: que palavras têm estado presentes no dicionário da minha vida? Qual o teor das frases que eu digo, penso e escrevo? Será que estou usando o poder que as palavras têm para o meu bem? É uma ótima ideia refletir sobre isso para chegar a uma conclusão não só a respeito daquilo que você tem cultivado e expressado, mas também para encontrar as palavras que quer continuar utilizando, as que precisa tirar de seus pensamentos e falas e as que deseja começar a cultivar daqui para frente.

A vantagem de colocar sentimentos, convicções e ideias em palavras é que fica mais fácil visualizá-los e compreendê-los. Torna mais simples o processo de decidir o que deve permanecer e o que deve ser mudado. Se você quer energias positivas, precisa manter, estimular e criar em você coisas positivas. Se, analisando as palavras mais presentes no que você diz, pensa e escreve, perceber que há muita negatividade, fica mais fácil tomar a iniciativa de mudar sabendo com o que está lidando.

Não, a vida não é feita apenas de palavras positivas e momentos felizes. A tristeza, as dificuldades, as decepções e todas as coisas indesejadas que vivemos fazem parte dela também. Sem estas palavras, o verbo “viver” não teria sentido. É difícil entender que é preciso aceitar as coisas que denominamos “ruins”, mas é graças a elas que conseguimos sentir felicidade e compreender a diferença entre o bom e o ruim, a alegria e a melancolia, o bem e o mal. É nos momentos difíceis que nos tornamos maiores, mais fortes e mais dispostos a sermos felizes.

Certas palavras nunca poderão ser exterminadas para sempre, mas há algumas que podemos tirar de nosso dicionário porque elas descrevem a nossa atitude diante da vida, e isto sim pode ser mudado. São palavras negativas, mas elas não dizem respeito à rejeição ou incapacidade de aceitar a tristeza e os problemas, portanto, podem ser diminuídas ou eliminadas, sem que seja preciso lutar contra os sentimentos e o curso natural da vida.

Coloquei aqui algumas destas palavras, você pode se identificar com elas ou não, mas são palavras que muitas pessoas usam sem perceber o quanto lhes prejudicam, limitam e trazem sentimentos negativos. Pense sobre cada uma e responda para si mesmo se elas saem comumente de você. Entenda os motivos pelos quais são prejudiciais. Caso se identifique especialmente com uma delas, pode começar a pensar em uma mudança de atitude a partir daí.

1) Imperdoável

SEMPRE é possível perdoar, tanto os erros dos outros quanto os nossos próprios (o segundo, aliás, é um dos perdões mais difíceis e também mais importantes de se conseguir). Esqueça a regra do imperdoável, principalmente se há outra pessoa tentando te convencer que algo não pode ser perdoado. As pessoas erram, se arrependem verdadeiramente e precisam de segundas chances.

Os fracos nunca perdoam. O perdão é uma virtude dos fortes. – Mahatma Gandhi

2) Impossível

Quem determina que algo é impossível? Alguém já te deu provas concretas de que uma coisa não tinha nenhuma (nenhuma!) chance de acontecer? Quem dá a palavra final sobre o que é ou não é possível na sua vida é você! Se acredita que algo é possível, ou se acredita que não é, nos dois casos você está certo. Abandone a ideia de impossibilidade e lembre-se que todo ser humano é capaz de criar, transpassar limites e fazer acontecer. Você pode. O impossível só existe se você quiser.

3) Fracasso

Seja quando for falar de si mesmo ou da situação de outra pessoa, entenda: nada é um fracasso na vida, porque de tudo se leva algo para ser melhor amanhã. Ver uma situação como total fracasso, ou pior, enxergar-se como um fracassado, é uma das piores maneiras de se machucar profundamente. Não faça isso com você mesmo. Decepções existem para nos fazer crescer, e não para nos derrubar. Tudo bem sentir-se triste após uma decepção, mas não deixe que isso te faça esquecer as coisas boas que você tem e é.

4) Controle

Por mais que a gente se esforce para tomar as rédeas da vida e tenha um objetivo ou sonho pelo qual batalhamos, é preciso lembrar que a vida é movimento, é o inesperado e, por isso, ela nos traz surpresas. Queira sim ser o direcionador dos seus passos, mas lembre-se que ninguém pode controlar tudo. A qualquer momento tudo pode mudar e o que fará a diferença não é o que acontece, mas a sua atitude diante do acontecimento. Ter esta consciência fará você lidar melhor com os percalços, surpresas e mudanças que a vida traz. Portanto, foque em seus sonhos e objetivos, mas esqueça a ideia de que é possível ter total controle. Relaxe!

5) Inaceitável

Uma palavra que precisa ser repensada, principalmente quando usamos para dizer algo sobre nós mesmos ou sobre nossa situação atual. Se algo está acontecendo, não vai deixar de acontecer apenas porque você não aceita as coisas como estão. Dizer que algo é inaceitável não muda nada, apenas te coloca em posição de combate e faz com que você trave uma luta contra si mesmo ou contra sua vida. Pode parecer contraditório à primeira vista, mas a aceitação é o primeiro passo para a mudança. Quando aceita o que tem agora, você encerra a batalha que só servia para fazer com que se sentisse mal (e que acabava te levando para o lado errado) e coloca-se em um lugar pacífico, onde você terá disposição e clareza para agir e mudar.

***

FONTE SEMPRE INDICADA: DesassossegadaCapturar

Nota da CONTIoutra: os textos de Stephanie Gomes são publicados neste site com o conhecimento e autorização da autora.

___________________________________________________________________________________

Precisa de ajuda? maos-de-deus

Leia essa informação importante

Vocês sabiam que serviços psicológicos podem ser realizados através da internet desde que atendam ao Código de Ética Profissional do psicólogo e à Resolução do CFP n.º 11/2012?

Abaixo compartilho um site confiável sobre o assunto para quem quiser conhecer e obter mais informações sobre os serviços. Compartilhem também, pois vocês podem ajudar alguém que não tem condições de se locomover com facilidade, esteja em locais distantes ou mesmo queira otimizar seu tempo através do uso da internet.

http://www.apsicanalistaonline.com.br/

_____________________________________________________________________________________

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

 

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS