5 mitos das donas de gatos que são muito falsos

Via Brasil Post

Vamos falar sério: quer tenhamos cães, furões, passarinhos ou gatos, todos somos loucos por nossos animais. Então por que as mulheres que têm gatos são comumente chamadas de “donas de gatos loucas”, como se tivéssemos sido marcadas com a letra escarlate? A verdade é que esse estereótipo é ridículo, e as mulheres deveriam saber disso.

Aqui estão alguns problemas desse estereótipo e os motivos pelos quais devemos parar de estereotipar e começar a assumir o amor que temos por nossos gatos:

1. As donas de gatos são solteironas

Há tantos estereótipos associados ao fato de ter gatos e ser uma solteirona é um deles. Parece que algumas pessoas supõem que se uma mulher tem vários gatos e vive só ela evidentemente é uma solteirona maluca que morrerá sozinha em sua casa cheia de gatos. Esse estereótipo, porém, absolutamente não tem sentido. Se decidimos viver sozinhas com gatos provavelmente é porque amamos os animais e não encontramos alguém com quem desejamos viver. Ou preferimos a santidade e a privacidade de morar sozinhas. Não preciso possuir gatos para ser uma solteirona. Posso alcançar essa posição com cães ou hamsters. Então vamos parar de supor que as mulheres que têm gatos nunca terão um namorado e viverão mais de 90 anos cheirando a urina de gato e usando suéteres cobertos de pelos.

2. Só mulheres solteiras possuem gatos

Alguém já percebeu que o estereótipo é dirigido só às mulheres? Sim. Há algo de errado nisso. Os homens também possuem e amam gatos – e sim, há homens solteiros que possuem e vivem com gatos. Então por que não existe um rótulo para um homem louco por gatos? Parece que o estereótipo é um pouco sexista e implica que é normal um homem ser solteiro, mas se uma mulher é, ela obviamente nunca encontrará um companheiro adequado e estará condenada a uma eternidade de bandejas de cocô e remédios para bolas de pelo. Percebemos como isso é ridículo?

Infelizmente, não são apenas os homens que rotulam as mulheres dessa maneira. Nós mesmas o fazemos. Em algum momento, você provavelmente ouviu alguém dizer que acabará sozinha com cem gatos depois de um término. Isso é bobagem. Há chances de que você encontre sua alma gêmea. Enquanto isso, se quiser viver sozinha com seus gatos, não há nada de errado.

O que realmente deve ser dito aqui é que a mulher obviamente não tem medo de ser independente. Ela não precisa de um homem para lhe fazer companhia. Um pequeno companheiro peludo é todo o amor de que ela precisa por enquanto e não tem medo de admití-lo. Por isso, ergam suas cabeças, senhoras – não estão destinadas à solteirice!

3. As mulheres com gatos se alienam

Parece que as mulheres que têm gatos estão destinadas a viver suas vidas em completo isolamento. Quando imaginarmos a dona dos gatos estereotipada, pensamos em alguém que acumula montes de gatos e nunca deixa o confinamento de sua casa. Isso também não é verdade. Existem muitas mulheres que têm gatos e vivem vidas perfeitamente normais fora de casa. Katy Perry é uma dessas mulheres. Com três gatos, uma delas chamada Kitty Purry, definitivamente não se encaixa no estereótipo da mulher louca por gatos. Na verdade, ela exala independência – e você também deveria.

4. Todas as donas de gatos são acumuladoras

Na maioria das vezes, as pessoas que possuem uma tonelada de gatos os criam ou resgatam. Elas estão fazendo um ato de bondade maravilhoso e dedicam suas vidas a melhorar a vida de animais necessitados. Sem elas, um número incontável de gatos ficariam sem casa – ou pior, seriam mortos. Por isso, vamos dar uma mão a nossos guardiões peludos e vamos pensar antes de chamar alguém de louca por ter muitos gatos.

5. As donas de gatos são as únicas loucas por seus animais

Em seu nível mais básico, esse estereótipo é injusto simplesmente porque pessoas de todos os tipos possuem diversos animais. Algumas são amantes de cachorros e têm vários deles, enquanto outras gostam de répteis e possuem vários lagartos. Independentemente do animal, quase nunca ouvimos falar de alguém ser chamado de louco por ter mais de um cachorro, réptil ou peixe. Todos amamos nossos amigos peludos (e podemos ser um pouco loucos por eles), mas tudo bem! Ninguém deve ser criticado porque prefere um tipo de animal a outro.

A verdade verdadeira sobre as donas de gatos é que elas são amorosas, compassivas e independentes, e não deixam que estereótipos viciosos as impeçam de amar seus amigos peludos. Então aqui vai um VIVA para todas as donas de gatos!

Para descontrair, vejam esse vídeo de HUMOR: Por que toda mulher solteira tem gato?

Gostou desse artigo? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS