30 filmes vencedores do Oscar para serem vistos ou revistos

O Oscar é um prêmio concedido anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, fundada em 11 de maio de 1927, em Los Angeles, Califórnia. São prêmios entregues pela Academia em reconhecimento aos profissionais da indústria cinematográfica que se destacam pela excelência do seu trabalho. A cerimônia é a mais antiga premiação na mídia e inspirou muitas outras, como o Grammy, o Emmy e o Globo de Ouro.

Em 1929 aconteceu a primeira entrega dos Prêmios da Academia e a partir daí a premiação se tornou referência na indústria cinematográfica, sendo bastante disputada.

Assim, na véspera da 88ª cerimônia do Oscar, segue uma seleção de 30 longas premiados pela Academia na categoria de melhor filme.

A escolha dos filmes listados é subjetiva. Com isso não se pretende afirmar que os 30 filmes abaixo são os melhores do Oscar de todos os tempos, mas que esses, como outros, marcaram definitivamente seu lugar na história do cinema.

1- E O VENTO LEVOU

Oscar: 1940

Dirigido por Victor Fleming, o famoso clássico do cinema conta a saga de Scarlet O’Hara (Vivien Leigh), seus romances, desilusões e dificuldades, no período da Guerra Civil Americana. Clark Gable faz o papel de Rett Butler que luta pelo amor de Scartlet em uma relação marcada por conflitos, mas também por cenas inesquecíveis de amor.

1

2. CASABLANCA

Oscar: 1944

Dirigido por Michael Curtiz, o filme retrata o período da Segunda Guerra Mundial, quando muitos fugitivos tentavam fugir dos nazistas utilizando uma rota que passava pela cidade de Casablanca. O americano Rick Blaine (Humphrey Bogart), cínico e amargo, dirige uma das casas noturnas da região. Contudo, a razão da amargura de Rick reaparece em sua vida. É o reencontro dele com sua grande paixão do passado, Ilsa (Ingrid Bergman). A partir daí, nem o casamento de Ilsa os impede de reviver esse grande amor.

23-A MALVADA

Oscar: 1951

Dirigido por Joseph L. Mankiewicz, o filme conta por flashback a vida de Eve Harrington (Anne Baxter), desde quando conheceu Margo Channing (Bette Davis), uma grande estrela da Broadway, até ela própria alcançar o estrelato. Durante o longa é mostrado os artifícios utilizados pela astuta Eve para tomar o lugar de Margo na Broadway.  Este clássico do cinema recebeu várias indicações ao Oscar, uma das maiores da história do cinema.

4- A UM PASSO DA ETERNIDADE

Oscar: 1954

Dirigido por Fred Zinnemann, o filme tem como pano de fundo a segunda guerra mundial, quando Robert Prewitt (Montgomery Cliff), ex-boxeador, pede transferência do exército e segue para a base militar no Havaí. Seu novo capitão pretende que ele faça parte da equipe de boxe, mas ele recusa a proposta e por isso sua vida é transformada num inferno. Em paralelo, o Sargento Warden (Burt Lancaster) começa a se envolver com a esposa do seu superior.  Ainda,  Maggio (Frank Sinatra) sofre na mão do sargento Fatso (Ernest Borgnine) e Prewitt acaba por se apaixonar por uma prostituta. Mas a vida de cada um dos personagens mudará com o ataque japonês a Pearl Harbor.

Burt Lancaster and Deborah Kerr, shown here in a famous scene still from the 1953 Academy Award®-winning film "From Here to Eternity," both received Oscar® nominations for their roles in the film.  Lancaster was nominated in the Best Actor category for his portrayal of Sgt. Milton Warden while Kerr received a Best Actress nomination for her role of "Karen Holmes." The film received 13 nominations in total and won eight Oscars® including Best Picture. Restored by Nick & jane for Dr. Macro's High Quality Movie Scans Website: http:www.doctormacro.com. Enjoy!

5- SINDICATO DOS LADRÕES

Oscar: 1955

Dirigido por Elia Kazan, o filme conta os percalços do ex-boxeador Terry Malloy (Marlon Brando) que trabalha num porto e acaba por se envolver com cruel Johnny Friendly (Lee J. Cobb). Terry é usado por Jonnny e acaba por se sentir culpado pela morte do trabalhador Joey Doyle (John F. Hamilton). Depois de vários acontecimentos que incluem sua paixão por Edie Doyle (Eva Marie Saint), irmã de Joey, Terry passa a lutar contra o sindicato.

6- BEN-HUR

Oscar: 1960

O épico dirigido por William Wyler conta a trajetória de Ben-Hur (Charlton Heston), um rico mercador judeu que é condenado a viver como escravo por Messala (Stephen Boyd), chefe das legiões romanas na cidade, mesmo sendo inocente. Ben-Hur terá uma oportunidade de vingança e redenção.

7- AMOR, SUBLIME AMOR

Oscar: 1962

Dirigido por Robert Wise/Jerome Robbins, o filme conta a história de duas gangues inimigas, os Sharks, de porto-riquenhos, e os Jets, de brancos de origem anglo-saxônica, que disputam uma área. Tony (Richard Beymer), antigo líder dos Jets, e Maria (Natalie Wood), irmã do líder dos Sharks, apaixonam-se. Esse amor vai acirrar ainda mais a disputa entre as duas gangues.

8- LAWRENCE DA ARÁBIA

Oscar: 1963

Dirigido por David Lean, o filme conta a história de T.E.Lawrence (Peter O’Toole) que ao morrer em um acidente de moto é lembrado em seu funeral. Em flashback é contada a história do tenente do Exército Inglês no Norte da África, que durante a 1ª Guerra Mundial aceita uma missão como observador na atual Arábia Saudita e acaba por colaborar com a união das tribos árabes contra os turcos.

4

9- MY FAIR LADY

Oscar: 1965

Dirigido por George Cukor. O professor de fonética Henry Higgins (Rex Harrison) aposta que conseguirá transformar Eliza Doolittle (Audrey Hepburn), uma pobre florista de rua que não fala direito, em uma dama no prazo de seis meses. Mas a tarefa não será tão simples assim.

10- A NOVIÇA REBELDE

Oscar: 1966

Dirigido por Robert Wise, conta a história de uma noviça (Julie Andrews) que vai trabalhar como governanta na casa do capitão viúvo Von Trapp (Christopher Plummer), que tem sete filhos. Quando chega na casa ela transforma a vida de todos com sua alegria contagiante, conquistando o afeto das crianças e, também,  do capitão que está comprometido.

5

11- O PODEROSO CHEFÃO

Oscar: 1973

Uma obra-prima do cinema, dirigida por Francis Ford Coppola, conta a saga da família Corleone e o seu envolvimento com o crime organizado. Nesse primeiro filme Marlon Brando brilha como o patriarca do clã siciliano na América. O longa foi baseado no livro do escritor estadunidense Mario Puzo.

612- O PODEROSO CHEFÃO – PARTE 2

Oscar: 1975

A saga do Poderoso Chefão continua e conta duas histórias paralelas. Uma delas volta ao tempo para contar a origem e a ascensão do jovem Don Vito, interpretado por Robert De Niro e a outra é a ascensão de Michael (Al Pacino) como o novo patriarca da família.  Atuações inesquecíveis de De Niro e Al Pacino neste filme.

713- UM ESTRANHO NO NINHO

Oscar: 1976

Dirigido por Milos Forman, conta a história de McMurphy (Jack Nicholson), um prisioneiro que simula estar louco e vai parar numa instituição para doentes mentais. Lá ele começa a incitar os internos a se revoltarem contra as rígidas normas impostas pela enfermeira-chefe Ratched (Louise Fletcher), mas não sabe o que o espera.

14- AMADEUS

Oscar: 1985

Dirigido por Milos Forman,  o longa conta a história de Salieri (F. Murray Abraham) que após uma tentativa de suicídio confessa a um padre que foi o responsável pela morte de Mozart (Tom Hulce) e a partir daí começa a relembrar com detalhes como conheceu e conviveu com o genial compositor. O filme volta ao tempo junto às lembranças de Salieri.

8

15- PLATOON

Oscar: 1987

Platoon foi escrito e dirigido por Oliver Stone. Até hoje é considerado por vários críticos como um dos melhores filmes de guerra do cinema. Chris (Charlie Sheen) é um recruta enviado a um batalhão americano em meio à Guerra do Vietnã. O idealista recruta vai aos poucos perdendo sua inocência e passa a experimentar toda a violência e insanidade de uma guerra brutal e sangrenta.

916- O ÚLTIMO IMPERADOR

Oscar: 1988

O filme dirigido por Bernardo Bertolucci conta a  saga de Pu Yi (John Lone), o último imperador da China, que se tornou imperador com três anos e viveu na Cidade Proibida. Após ser deposto pelo governo revolucionário conhece o mundo pela primeira vez aos 24 anos. Muitas coisas acontecem neste período até ele ser aprisionado pelos soviéticos e devolvido à China como prisioneiro político no início da década de 50. É neste período que o filme começa, mas retorna ao ano em que Pu Yi se tornou imperador.

1017- RAIN MAN

Oscar: 1989

Filme dirigido por Barry Levinson. Charlie (Tom Cruise), após a morte do seu pai, descobre que herdou um carro e algumas roseiras premiadas, enquanto seu irmão, Raymond (Dustin Hoffman), que ele não conhecia havia herdado três milhões de dólares. Autista, Raymond é levado pelo irmão para Los Angeles, onde Charlie pretende exigir metade do dinheiro, mas durante a viagem os dois irmãos vão se aproximando.

18- CONDUZINDO MISS DAISY

Oscar: 1990

Dirigido por Bruce Beresford, o filme retrata a bela amizade de uma rica senhora judia (Jessica Tandy) com o seu motorista negro (Morgan Freeman). No início Miss Daisy rejeita a ideia de ter por perto o novo empregado, mas aos poucos eles superam as suas diferenças, dando início a uma belíssima amizade.

1119- O SILÊNCIO DOS INOCENTES

Oscar: 1992

Dirigido por Jonathan Demme, o longa conta a experiência da agente do FBI, Clarice Starling (Jodie Foster), que precisa encontrar um cruel assassino em série. Para entender como ele pensa, Clarice passa a conversar com o psicopata Hannibal Lecter (Anthony Hopkins) que está preso por canibalismo. Os dois dão início a um jogo psicológico intrigante.

20- A LISTA DE SCHINDLER

Oscar: 1994

Dirigido por Steven Spilberg, o filme conta a história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um comerciante oportunista que se relacionava bem com o regime nazista para tirar proveito da guerra. Contudo, algo dentro dele não permite que fique indiferente a cruel situação dos judeus, o que o faz perder sua fortuna para salvar mais de mil judeus dos campos de concentração.

1221- O PACIENTE INGLÊS

Oscar: 1997

No final da Segunda Guerra Mundial, um desconhecido desfigurado por queimaduras (Ralph Fiennes) é tratado apenas como o paciente inglês. Ele é cuidado por uma enfermeira (Juliette Binoche) e aos poucos começa a relembrar fatos de sua vida, como o forte envolvimento que teve com a mulher (Kristin Scott Thomas) do seu melhor amigo (Colin Firth).

22- TITANIC

Oscar: 1998

Dirigido por James Cameron, o longa conta a história de amor de Jack (Leonardo DiCaprio), um jovem aventureiro, e  Rose (Kate Winslet), a jovem noiva do aristocrata Caledon Hockley (Billy Zane), a bordo do navio Titanic.  O romance vivido pelo casal fica dramático quando o luxuoso navio se choca com um iceberg e começa a afundar.

23- BELEZA AMERICANA

Oscar: 2000

Dirigido por Sam Mendes. Lester (Kevin Spacey) não está feliz com seu trabalho, nem com sua vida. Casado com Carolyn (Annette Bening) e pai da adolescente Jane (Tora Birch), ele se sente entediado. Tudo muda quando Lester conhece Angela Hayes (Mena Suvari), amiga de Jane. Deslumbrado com a beleza de Angela ele resolve dar a volta por cima, mas nada será tão fácil assim.

24- GLADIADOR

Oscar: 2001

Dirigido por Ridley Scott. Nos seus dias finais o imperador Marcus Aurelius (Richard Harris) provoca o ódio do seu filho Commodus (Joaquin Phoenix) ao tornar pública sua predileção por Maximus (Russell Crowe), o comandante do exército romano. Commodus mata o pai, assume o poder e ordena a morte de Maximus, que escapa da morte e se torna escravo e gladiador do Império Romano. Maximus e Commodus irão se reencontrar novamente.

1325- UMA MENTE BRILHANTE

Oscar: 2002

Dirigido por Ron Howard. O filme conta a história do gênio da matemática John Nash (Russell Crowe). Ainda jovem Nash formulou um teorema que provou sua genialidade e o tornou aclamado em seu meio. Contudo, Nash é atormentado por delírios e alucinações, o que o leva ao diagnóstico de esquizofrenia.  Após anos de luta contra a doença, ele consegue retornar à sociedade e acaba sendo premiado com o Nobel. A esposa de Nash, Alicia (Jennifer Connelly) tem uma forte participação na vida do matemático.

26- O SENHOR DOS ANÉIS: O RETORNO DO REI

Oscar: 2004

O filme dirigido por Peter Jackson é a terceira e última sequência da trilogia O Senhor dos Anéis. Neste filme as forças do Bem e do Mal vão se enfrentar de forma definitiva, dando fim à Guerra do Anel. Enquanto todos os outros personagens lutam contra os avanços dos seus adversários, Frodo (Elijah Wood) e Sam (Sean Astin), os portadores do Anel, precisam concluir sua missão.

1427- CRASH – NO LIMITE

Oscar: 2006

Dirigido por Paul Haggis. Crash é um filme que retrata uma sociedade marcada de preconceito. Os personagens do filme são de diversas origens étnicas e classes sociais distintas: uma dona de casa casada com um promotor público, um lojista persa, dois policiais, um diretor de televisão afro-americano e sua esposa, um mexicano especialista em chaves, dois ladrões de carros da periferia. Todos vivem em Los Angeles e terão, nas próximas 36 horas, suas vidas cruzadas.

1528- OS INFILTRADOS

Oscar: 2007

Dirigido por Martin Scorsese. O policial Billy Costigan (Leonardo DiCaprio) recebe a missão de se infiltrar na quadrilha comandado por Frank Costello (Jack Nicholson). Ao mesmo tempo, o criminoso Colin Sullivan (Matt Damon) é infiltrado na polícia como informante de Costello. Contudo, quando a quadrilha e a polícia descobrem que entre eles há um espião, os dois passam a correr perigo.

29- O DISCURSO DO REI

Oscar: 2011

Dirigido por Tom Hooper. O filme conta a história de George VI (Colin Firth) que precisa assumir o trono do rei da Inglaterra, após a abdicação se seu irmão (Guy Pearce) em 1936. O detalhe é que George precisa discursar para a nação, mas ele sofre de gagueira. O novo rei pede a ajuda de um especialista em discursos, Lionel Logue (Geoffrey Rush), para superar o seu problema.

30-DOZE ANOS DE ESCRAVIDÃO

Oscar: 2014

Dirigido por Steve McQueen. O filme conta a história de  Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor), um escravo liberto que leva uma vida tranquila ao lado da sua esposa e filhos. Quando sai da sua cidade a trabalho, ele é sequestrado e vendido como se fosse escravo. Ao longo de intermináveis doze anos Solomon passa por dois senhores, Ford (Benedict Cumberbatch) e o cruel Edwin Epps (Michael Fassbender), até ser libertado.

16




COMENTÁRIOS