3 verdades espirituais que os pais podem transmitir a seus filhos

“a criança dotada de uma aptidão espiritual será capaz de responder às perguntas mais básicas a respeito do funcionamento do universo; ela perceberá a fonte da criatividade, tanto dentro quanto fora dela; ela será capaz de não criticar e praticar a complacência e a verdade, que são as virtudes mais valiosas que se pode possuir para lidar com as pessoas; e ela estará livre do medo e da ansiedade, que incapacitam com relação ao significado da vida e são a podridão secreta existente no coração da maioria dos adultos, sejam eles capazes ou não de admiti-lo.” Deepak Chopra

Para aqueles que procuram uma orientação sobre como introduzir a espiritualidade na educação das crianças, seguem algumas dicas:

1-Oriente seus filhos, durante alguns minutos, em uma meditação silenciosa.

Por volta dos seis ou sete anos, os pais devem ensinar que ficar alguns minutos sozinhos e quietos é saudável. Antes dessa idade, contudo, nenhuma tentativa deve ser feita no sentido de reprimir a energia e o entusiasmo naturais da criança. Porém, quando os pais possuem o hábito de meditar, é natural que surja na criança o interesse. Nesse momento os pais devem convidá-la a se sentar e respirar tranquilamente de olhos fechados, sentindo suavemente o ar entrando e saindo. Cinco minutos são suficientes no início e o tempo pode ir aumentando gradativamente enquanto a criança cresce, chegando à 15 minutos quando ela estiver entre 10 a 12 anos. Os pais não devem ficar impacientes se as crianças não quiserem se sentar todas as vezes que forem convidadas. Se elas ficarem muito inquietas, os pais precisam deixá-las ir embora, mas devem continuar a meditar. O exemplo e o prazer dos pais com essa prática naturalmente atrairá a criança.

2- Inspire seus filhos a contemplar as belezas e as maravilhas da Natureza.Rainbow-Child-604x453

A contemplação à Natureza possibilita refletir sobre o encantamento de nossa alma em estar aqui. As crianças adoram ser inspiradas pelas maravilhas da Natureza, cabendo aos pais o incentivo a essa prática. O contato frequente com a natureza também aumenta o respeito, harmoniza as energias interiores e descarrega a criança do excesso de realidade virtual cotidiana.

3- Mostre a seus filhos as possibilidades ocultas nas situações familiares.

Cada segundo de tempo é uma porta de possibilidades ilimitadas. No entanto, é preciso estar aberto para elas. É fundamental ensinar às crianças a procurar algo novo em uma situação bem conhecida. Sem perceber, estamos habituados a impor limitações à maneira como percebemos o mundo e indiretamente transmitimos essa postura aos nossos filhos. Assim, estamos sempre nos “forçando” a fazer julgamentos do tipo: não gosto disso ou não consigo entender aquilo. Esse é um bom dia para detectar quando nós ou nossos filhos fazemos uma declaração em voz alta desse tipo e tentar evitar que a emissão automática de julgamentos limite as nossas possibilidades. Devemos tentar enxergar uma qualidade ou outra possibilidade em algo que não nos agrade em um primeiro momento. Se ensinarmos a eles a aceitação e a tolerância, transmitimos a ideia de que todo mundo está fazendo o seu melhor. Vendo as pessoas por esse prisma, e não como esperamos que eles se comportem, estaremos oferecendo uma grande contribuição para o ensino da primeira “lei”.

Fonte: Ame Brasil

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS