3 passos para expandir seus poderes de observação

Ser mais atento a pessoas, situações e eventos nos ajuda a pensar criticamente sobre o que vemos e a ter novas ideias. No entanto, prestar mais atenção a nossos arredores não é sempre uma coisa fácil a se fazer. A boa notícia é que podemos treinar para conseguir isso.

Nossos cérebros não são feitos para ver tudo. Nós geralmente nos concentramos em coisas específicas, e filtramos todo o resto. Isso é ótimo na maioria dos casos, porque se tentássemos observar tudo, deixaríamos passar o que é importante. No entanto, é possível sintonizar o cérebro a prestar atenção a coisas novas com um pouco de prática.

Você pode começar com essas três dicas:

Desafie-se a prestar atenção a coisas novas

Não tem como simplesmente dizer para si mesmo: “Vou observar o mundo com novos olhos hoje” e esperar que isso aconteça. Em vez disso, para conseguir prestar atenção a coisas novas, é mais fácil dar a si mesmo uma série de desafios.

Esses desafios podem ser qualquer coisa. Confira algumas ideias nas quais se basear:

  • Observe pessoas em áreas populosas: Se a primeira coisa que você faz quando se senta em um lugar lotado é pegar seu telefone, pare. Passe algum tempo absorvendo tudo e observando pessoas. Veja como elas agem em espaços cheios, como interagem com os outros etc.
  • Brinque de caça ao tesouro: Escolha algo e procure por ele durante todo o dia. Pode ser qualquer coisa de janelas quebradas, câmeras de segurança a grafite na rua. Quando encontrar essa coisa, tire uma foto ou tome nota. Procure mais. No fim do dia, analise as conclusões que pode tirar do que encontrou.
  • Confira notícias locais: Notícias locais são uma ótima maneira de conhecer sua cidade e aprender o que está acontecendo na sua região. Isso, por sua vez, te ajuda a prestar atenção a todos os tipos de coisas novas.
  • Ande com um especialista: Você deve ter amigos com diferentes carreiras e hobbies que você. Dê um passeio com eles para aprender coisas novas.
  • Faça um “passeio sonoro”: Parece um pouco bobo, mas um passeio sonoro para encontrar pontos de origem dos sons, explorar a área de uma maneira nova e treinar seus ouvidos para ouvir coisas novas pode ser inspirador e te fazer pensar diferente.
  • Tome notas de campo: Escolha um lugar, sente e escreve ou desenhe tudo que você vê. Isso treina o seu cérebro a prestar mais atenção e observar mais do mundo.
  • Desafio dos 365 dias em imagens: Se você não tem certeza por onde começar, pode experimentar o desafio das 365 fotos. A ideia básica é tirar uma foto por dia durante um ano inteiro, com desafios diferentes a cada dia para manter as coisas interessantes.

Você pode escolher qualquer desafio que se adapte às suas necessidades. Se você é um desenvolvedor de aplicativo, é melhor prestar atenção ao que as pessoas precisam; se é um escritor, ao que as pessoas estão fazendo, e assim por diante. Não tenha medo de deixar sua zona de conforto.

Aprenda a ler as pessoas melhor

Objetos inanimados são uma coisa, mas observar e entender pessoas é uma ciência em si mesmo.

Geralmente, somos bons em observação durante situações de alta tensão, por exemplo, durante uma briga, um primeiro encontro ou uma entrevista de emprego, mas relaxamos durante interações cotidianas.

Você pode se perguntar de vez em quando: “Como é que esta situação ou essa pessoa me fazem sentir?”. Como já dissemos acima, as pessoas são boas em detectar perigo. Se estamos andando em direção a nosso carro à noite em uma área deserta e vemos que tem alguém se aproximando, ficamos alertas e apertamos o passo.

Mas avaliar o conforto também pode abrir nossos olhos. Quando você está com alguém novo, se pergunte: “Será que essa pessoa faz-me sentir confortável o tempo todo?”. Se ela não faz, então a questão é “por quê?”. Nunca ignore pistas que dizem que algo está errado, não importa o quanto você queira uma amizade ou namoro dê certo.

Seu subconsciente está sempre trabalhando para protegê-lo, mas você tem que estar preparado para observar e reconhecer o que você sente.

Leitura da linguagem corporal, detecção de mentiras e leitura de expressões exigem todas o ato mais geral da observação. Não é apenas sobre manter-se seguro ou encontrar inconsistências. Quando você observa as pessoas e prestar atenção nelas, aprende e percebe todo o tipo de coisas novas sobre elas.

Procure padrões

Observar só te leva até certo ponto, no entanto. Se torna útil uma vez que você pode encontrar padrões no que observou. É preciso ter uma visão mais ampla de como o mundo funciona.

Detecção de padrões e análise de como eles se encaixam com a sua experiência é o que permite prever o que acontecerá em seguida. Quanto mais você observar o mundo e as pessoas, melhor você se tornará na detecção de padrões.

Por exemplo, linguagem corporal não é uma coisa universal. Ao observar alguém por um tempo, você pode encontrar os seus tiques individuais e o que eles representam. Por exemplo, uma pessoa pode esfregar o nariz quando está blefando no pôquer, enquanto outra esfrega o nariz quando está com raiva.

O mesmo vale para qualquer coisa que você vê no mundo. Observá-lo é apenas o primeiro passo. Até você começar a remendar tudo em algo maior, é difícil descobrir qualquer coisa com a informação que você recolher. Quanto mais você presta atenção e se pergunta por quê, mais você aprende e chega a novas ideias.

Do original LifeHacker, via Hipescience

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS