20% das pessoas são altamente sensíveis

Cerca de 20% das pessoas no mundo possuem uma personalidade que podemos chamar de “altamente sensível.” Essas pessoas são dotadas de um sistema nervoso delicado e extremamente suscetível e consciente das mudanças que acontecem ao seu redor e, por isso, sentem-se sobrecarregadas quando são expostas à excesso de estimulação.

Essas pessoas  processam de maneira profunda tudo o que chega a seus sentidos. Mesmo que inconscientemente, elas analisam e refletem sobre praticamente tudo o que acontece no seu ambiente, tornando-se pessoas altamente intuitivas.

Algumas vezes, essa característica predispõe essas pessoas a sofrerem com um maior nível de estresse e sobrecarga devido ao excesso de estimulação externa.

Essas pessoas também são capazes de desenvolver uma maior capacidade de empatia pois percebem facilmente as necessidades daqueles que não conseguem se comunicar com clareza.

Pessoas altamente sensíveis são especialistas em captar nuances tanto no comportamento, nas palavras e na linguagem corporal dos outros, etc.

Um alto percentual dessas pessoas são introvertidos e/ou tímidos (introversão e timidez não são sinônimos) dado a seu elevado grau de sensibilidade. Eles também tendem a desenvolver uma natureza muito cauteloso que os faz tomar muitas precauções antes de agir. São intimamente muito mais ligados com seu próprio inconsciente. Definem-se como pessoas espirituais e criativas.

Embora não necessariamente, pessoas altamente sensíveis podem ter maior dificuldade em lidar com críticas, uma vez que essas podem alterar o seu estado emocional que varia mais intensamente aos estímulos.

Elas apreciam cores, cheiros e texturas mais sutis.

Vivemos em uma sociedade que valoriza a extroversão e não no valor de sua verdadeira sensibilidade. Pessoas altamente sensíveis, algumas vezes,  podem se sentir isoladas e desconectadas do mundo moderno, uma vez que não encontram lá um lugar para se encaixar.

A realidade porém, é que possuir essa personalidade é algo absolutamente normal, apenas diferente da maioria das pessoas. A única solução para isso é a construção de uma vida de acordo com esta forma de sentir e ser, sem grandes estímulos sonoros, e procurando a solidão para os períodos de descanso dos sentidos que são necessários.

Se você se identifica com esse tipo de personalidade, o melhor que você pode fazer é tentar aprender mais sobre ele e construir uma vida de acordo com essa maneira de ser. Ou seja, tente não ter um nível excessivo de estimulação, respeite seus períodos de repouso e permita-se NÃO analisar todas as nuances que a vida lhe apresenta diariamente.

Como pode ver, o segredo é respeitar seus limites!

Por Sonia Viéitez Carrazoni, Jun, via: La mente es maravilhosa

Traduzido e ADAPTADO por Josie Conti

Do original: Un 20% de personas altamente sensibles

Josie Conti

Psicóloga pjOSIE 150 X 150or formação, blogueira por opção. Abandonou o serviço público para manter seus valores pessoais . Hoje trabalha prioritariamente na internet com criação e seleção de conteúdo. É idealizadora e redatora-chefe desse site e da CONTI outra no Facebook. Trabalha com o que ama. “Sonha durante o dia. A noite dorme tranquila.”

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS