15 coisas que pessoas altamente confiantes ​​NÃO fazem

Pessoas altamente confiantes acreditam em sua própria capacidade de alcançar objetivos.

Se você não acreditar em si mesmo, por que alguém colocaria fé em você?

Para ser confiante,  atente-se para estas quinze coisas que você deve evitar ao máximo fazer.

1. Eles não inventam desculpas para justificar suas falhas e limitações

Pessoas altamente confiantes são responsáveis pelos seus pensamentos e ações. Elas não culpam o tráfego quando chegam atrasadas no trabalho; elas sabem que saíram tarde. Elas não se desculpam com frases como “Eu não tenho tempo” ou “Eu não sou bom o suficiente”; elas fazem o próprio tempo, organizam-se  e continuam a melhorar até que sejam boas o suficiente.

2. Elas não evitam fazer as coisas que as assuntam.

As pessoas altamente confiantes não deixam que o medo domine suas vidas. Elas sabem que as coisas que elas temem são muitas vezes as mesmas coisas que elas  precisam  fazer a fim de evoluir e se tornarem pessoas melhores.

3. Elas não vivem na zona de conforto.

As pessoas altamente confiantes evitam a zona de conforto porque sabem que este é um lugar onde os sonhos morrem. Elas prosseguem ativamente e mantém uma certa sensação de desconforto.  Elas sabem que a busca é fundamental para o sucesso.

4. Elas não empurram as responsabilidades para a próxima semana.

 Pessoas altamente confiantes sabem que um bom plano executado  hoje  é melhor do que um grande plano executado algum dia . Elas não esperam o “momento certo” ou as “circunstâncias certas”, porque sabem que essas reações são baseadas em um medo da mudança. Elas agem aqui, agora, hoje – e é exatamente por esse motivo que o progresso acontece.

5. Elas não são obcecadas pelas opiniões dos outros.

As pessoas altamente confiantes não são afetadas por feedbacks negativos. Enquanto elas  fazem  e se preocupam com o bem-estar dos outros, elas sabem que não devem se abater pelas opiniões negativas daqueles que não podem fazer nada a respeito. Elas sabem que os seus verdadeiros amigos vão aceitá-las como elas são, e eles não se preocupam com o resto.

6. Elas não julgam as pessoas.

As pessoas altamente confiantes não têm tolerância para coisas desnecessárias e dramas auto-infligidos. Elas não sentem a necessidade de insultar os amigos pelas costas, participar de fofocas sobre outros colegas de trabalho ou lançar-se contra pessoas porque elas têm opiniões diferentes. Elas estão  confortáveis como são.

7. Elas não deixam que a falta de recursos as detenham.

Pessoas confiantes podem fazer uso de quaisquer recursos que elas têm, não importa quão grande ou pequeno. Elas sabem que tudo é possível com criatividade. Elas não agonizam quando surgem contratempos. Ao invés disso, concentram-se em encontrar uma solução.

8. Elas não fazem comparações.

Pessoas altamente confiantes sabem que não estão competindo com qualquer outra pessoa. Elas não competem com qualquer outra pessoa, exceto com a pessoa que eram ontem. Elas sabem que cada pessoa está vivendo uma história tão única que as comparações são um exercício absurdo e simplista de futilidade.

9. Elas não têm como foco agradar as pessoas.

Pessoas altamente confiantes não têm interesse em agradar a todas as pessoas que encontram. Elas estão cientes de que nem todas as pessoas se dão bem, e é assim que a vida funciona. Elas se concentram na qualidade de seus relacionamentos, em vez da quantidade deles.

10. Elas não precisam de constante reafirmação.

Pessoas altamente confiantes sabem que a vida não é justa e as coisas nem sempre saem como planejamos. Enquanto elas não podem controlar todos os eventos em sua vida, elas se concentram em seu poder para reagir de forma positiva ao que acontece. Assim seguem em frente.

11. Elas não evitam as verdades inconvenientes da vida.

Pessoas altamente confiantes enfrentam problemas da vida enquanto eles ainda estão em sua raiz e evitam que a doença se espalhe para mais longe. Elas sabem que os problemas deixados sem solução encontram uma maneira de se multiplicar com os dias. Elas preferem ter uma conversa desconfortável com seu parceiro hoje do que varrer uma verdade inconveniente para debaixo do tapete, colocando em risco a confiança e a relação.

12. Elas não desistem por causa de pequenos reveses.

Pessoas altamente confiantes levantam-se cada vez que caem. Elas sabem que o fracasso é uma parte inevitável do processo de crescimento.Elas são como um detetive, procurando pistas que revelam por que esta abordagem não funcionou. Depois de modificar o seu plano, elas tentam de novo ( mas melhor desta vez) .

13. Elas não necessitam de permissão de ninguém para agir.

Pessoas altamente confiantes agem sem hesitação. Todos os dias, elas lembram “Se não eu, quem?”

14. Elas não se limitam a uma pequena caixa de ferramentas.

Pessoas altamente confiantes não se limitam ao Plano A. Elas fazem uso de qualquer e todas as armas que estão à sua disposição, testando incansavelmente a eficácia de cada abordagem, até que identifiquem as estratégias que oferecem o máximo de resultados com o mínimo de custo em tempo e esforço.

15. Elas não aceitam cegamente o que leem na internet como “verdade” sem refletir.

Pessoas altamente confiantes não aceitam artigos como verdadeiros só porque um autor “disse assim”. Elas olham para cada artigo e o traduzem com uma perspectiva única. Elas mantém um ceticismo saudável, fazendo uso de qualquer material que seja relevante para as suas vidas, e esquecendo o resto. Enquanto artigos como este são uma forma divertida e interessante de exercitar o pensamento, as pessoas altamente confiantes sabem que só elas mesmas são capazes de saber o que a “confiança” significa.

Por Daniel Wallem, via life hack
Traduzido e adaptado por Josie Conti
Do original 15 Things Highly Confident People Don’t Do

Gostou? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS