12 filmes sobre ícones da música

Muitos deles foram amados, outros tantos incompreendidos. Muitos eram rebeldes, alguns transtornados, mas sempre polêmicos. Uns souberam lidar com a fama, outros foram destruídos por ela. Uns usaram suas canções para falar do amor, do prazer da vida e da felicidade, outros para expor suas dores e traumas. Alguns foram valentes e levantaram suas vozes contra a segregação, o preconceito e as injustiças sociais, outros não. Mas todos, sem exceção, tiveram uma coisa em comum: um talento extraordinário.

Os 12 filmes abaixo nos contam um pouco sobre vida desses ícones da música. Quando entendemos o homem por trás da fama, entendemos melhor a sua obra.

Não estão em ordem cronológica, nem de preferência. E, sim, caberiam muitos outros filmes nesta lista.

PIAF, UM HINO AO AMOR

O filme conta a sofrida vida de Edith Piaf (Marion Cottilard). Logo cedo, foi abandonada pela mãe, criada pela avó num bordel e acometida por uma cegueira dos 3 aos 7 anos de idade (recuperou-se milagrosamente). Na adolescência cantava nas ruas de Paris. Ainda jovem é descoberta por um dono de boate e grava seu primeiro disco. Logo, o seu enorme talento é coroado com o sucesso internacional, mas até isso tem seu preço.

JOHNNY & JUNE

O filme conta a história do cantor Johnny Cash (Joaquin Phoenix), sua infância em uma fazenda até o início do seu sucesso onde cantou com Elvis Presley, Johnny Lee Lewis e Carl Perkins. O temperamento difícil, a personalidade dita como marginal, os traumas da infância e um difícil relacionamento com o pai, fazem com que Johnny entre em um caminho bastante destrutivo. Porém, seu grande amor por June Carter (Reese Whiterspoon) acaba por ser o início da sua redenção.

WHAT HAPPENED, MISS SIMONE?

Esse espetacular documentário conta a vida da cantora, pianista e ativista Nina Simone (1933-2003). Usando gravações inéditas, imagens raras, diários, cartas e entrevistas com pessoas próximas a ela, o documentário faz um retrato de uma das artistas mais incompreendidas de todos os tempos.

RAY

O filme conta a vida do lendário Ray Charles (maravilhosamente interpretado por Jamie Foxx) que perde a visão aos 07 anos de idade, um pouco depois de testemunhar a morte do seu irmão mais jovem. Motivado por uma mãe rigorosa e forte ele cresce com  independência, apesar da sua limitação. Ray se torna um grande ícone da musica mundial, mas é obrigado a lutar contra a segregação racial e contra os seus próprios fantasmas pessoais.

AMY

O documentário sobre Amy foi realizado através de uma rica pesquisa com fotos, depoimentos de pessoas próximas, apresentações na televisão, vídeos caseiros e de bastidores. Nele podemos ter uma ideia de tudo aquilo que a consumiu e destruiu. Emocionante e triste.

AMADEUS

O filme não conta exatamente a vida de Mozart, mas vale a pena. Após tentar se suicidar, Salieri (F. Murray Abraham) confessa a um padre que foi o responsável pela morte de Mozart (Tom Hulce) e narra como conheceu o jovem compositor irreverente e genial.

BUENA VISTA SOCIAL CLUB

Trata-se de um documentário que mostra as histórias de vida de um grupo de talentosos músicos cubanos da década de 50.  No ostracismo, muitos deles ficaram sem tocar em público por mais de 10 anos. Na década de 90, o produtor musical Ry Cooder viajou até Havana para encontrar esses artistas. Assim, foi realizado o famoso disco Buena Vista Social Club, premiado com um Grammy, cujo nome é uma referência a uma casa de shows cubana que havia deixado de existir por volta dos anos 50.

TIM MAIA

O filme conta a história de Tim Maia, baseada no livro “Vale Tudo – O Som e a Fúria de Tim Maia”. O filme percorre desde a sua juventude no Rio de Janeiro até a sua morte aos 55 anos de idade, incluindo seus amores, problemas e, até mesmo, a passagem pelos Estados Unidos onde o cantor descobre novos estilos musicais e é preso por roubo e posse de drogas.

MINHA AMADA IMORTAL

Quando Ludwig Von Beethoven (Gary Oldman) morre, um grande amigo do compositor, Anton Felix Schindler (Jeroen Krabbé), decide cumprir o último desejo do maestro, que deixava em testamento tudo para a “Amada Imortal”, sem citar o nome desta mulher.

SOMOS TÃO JOVENS

O filme conta a história de Renato Russo (Thiago Mendonça), desde quando sofreu de uma doença óssea rara, a epifisiólise, que o deixou por um tempo numa cadeira de rodas na adolescência até o surgimento da banda Legião Urbana.

RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO

O documentário conta um pouco da trajetória do conhecido cantor e compositor, polêmico, ícone e criador da “sociedade alternativa” ao lado do seu parceiro inseparável Paulo Coelho. O documentário junta um enorme arquivo do astro do rock brasileiro, através de documentos, depoimentos de familiares, amigos, músicos e compositores.

A MÚSICA SEGUNDO TOM JOBIM

Documentário sobre um dos maiores nomes da música brasileira, Antônio Carlos Jobim. Dirigido por Nelson Pereira dos Santos e por Dora Jobim, o filme mostra a trajetória musical do compositor e aborda também a sua parceria com Vinicius de Moraes, bem como a influência da música clássica em sua obra.




COMENTÁRIOS